Busca

Vatican News
Estrela da Manhã, símbolo da Virgem Maria, que guia cada fiel a seu Filho, ficará no alto de uma das torres Estrela da Manhã, símbolo da Virgem Maria, que guia cada fiel a seu Filho, ficará no alto de uma das torres 

Rumo à conclusão da Torre da Virgem da Sagrada Família

O projeto da Sagrada Família teve início em 1882, sendo assumido por Gaudí em 1883, aos 31 anos de idade, dedicando-lhe os seus últimos 40 anos de vida, os últimos quinze de forma exclusiva. A construção foi suspensa em 1936 devido à Guerra Civil Espanhola.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

As obras para a construção do pináculo da Torre da Virgem na Basílica da Sagrada Família, tiveram início na terça-feira, 20, informa o site da Arquidiocese de Barcelona.

Trata-se de um elemento fundamental para poder coroar até dezembro de 2021 a torre dedicada à Mãe de Deus com o elemento da estrela a uma altura de 127 metros. A forma da árvore é hiperbólica: ela tem seis pernas e termina com três braços que sustentam a estrela brilhante.

O topo da torre será dividido em três partes: uma coroa de pedra de 6 metros de altura suportando doze estrelas de ferro batido, a árvore de concreto armado de 18 metros de altura e a estrela de vidro, iluminada por dentro, com um diâmetro de 7, 5 metros e doze pontas. Este último é o símbolo da Virgem, Mãe de Jesus, Estrela da Manhã que guia cada fiel ao Filho, dia e noite.

O canteiro de obras da Sagrada Família é uma realidade em constante movimento: elevada ao grau de Basílica menor em 7 de novembro de 2010 por Bento XVI durante o ato de consagração, estima-se que possa estar concluída em 2026, 134 anos após a colocação da primeira pedra. No total, a Catedral inclui 18 torres.

O ritmo das obras está condicionado por donativos que, por vontade expressa do arquiteto Antoni Gaudì, devem constituir a única contribuição financeira para a construção do templo. Um longo projeto no qual Gaudí trabalhou por 41 anos, ciente de não poder ver o fim das obras. Com grande confiança na Providência, dizia: “O meu cliente não tem pressa”.

Vatican News Service - PO

21 abril 2021, 13:07