Vatican News
A atual pandemia e suas restrições "trouxeram à tona o melhor de nossa humanidade e fizeram um chamado à ação na linha de frente", disse padre Sosa A atual pandemia e suas restrições "trouxeram à tona o melhor de nossa humanidade e fizeram um chamado à ação na linha de frente", disse padre Sosa 

Jesuítas na África: necessárias respostas comuns e ousadas aos desafios atuais

Nasce a nova Província Jesuíta da África Austral. O Superior Geral da Companhia de Jesus, padre Arturo Marcelino Sosa Abascal, em uma mensagem de vídeo convida os confrades a analisar os desafios a serem enfrentados no continente africano.

Isabella Piro – Vatican News

Ouça e compartilhe!

África do Sul, Namíbia, Lesoto, Botswana, e-Swatini (antiga Suazilândia), Zâmbia, Malawi, Moçambique e Zimbabué: estes são os territórios que, a partir de agora, passam a pertencer à Província dos jesuítas da África Austral (SAP). O anúncio foi dado em 25 de março.

Os grandes desafios

 

“O desespero que prevalece em muitas nações - disse o Padre Sosa - bem como as questões emergentes, entre as quais o conflito no norte de Moçambique, a degradação ambiental no Malawi, o aumento da pobreza provocado pela pandemia de Covid-19, precisam de uma resposta comum e audaciosa”. Neste sentido, o convite a “promover uma análise mais aprofundada destas situações e traçar os melhores caminhos a seguir”.

Audácia apostólica

 

O nascimento da nova Província, acrescentou, "é um sonho de audácia apostólica" para promover "a liberdade, a generosidade e a colaboração entre todas as Províncias, independentemente das diferenças linguísticas, culturais e históricas".

“Nem a atual pandemia Covid-19, nem suas restrições, que continuam afetando milhões de pessoas, representaram impedimentos para esse sonho - reiterou o padre Sosa -. Pelo contrário, trouxeram à tona o melhor de nossa humanidade e fizeram um chamado à ação na linha de frente".

O Ano Inaciano

 

O Superior  dos jesuítas refletiu também sobre o caminho de preparação para o Ano Inaciano, dedicado ao fundador da Companhia, Santo Inácio de Loyola. O evento será realizado de 20 de maio de 2021 - data em que Inácio foi ferido durante a batalha de Pamplona, ​​iniciando assim o seu caminho de conversão - até 31 de julho de 2022, memória litúrgica do Santo.

O lema escolhido para o Ano é "Ver novas todas as coisas em Cristo". “Que pela intercessão de Maria - concluiu o padre Sosa - possamos continuar a testemunhar o que significa ser companheiros de Jesus e filhos de Santo Inácio”.

As origens da Província jesuíta da África Austral

 

De fato, era 27 de setembro de dez anos atrás, quando o então Superior Geral, padre Adolfo Nicolás, escreveu uma carta a todos os Superiores Maiores para acompanhar o documento sobre "A renovação das estruturas provinciais a serviço da missão universal".

Assim, em 6 de dezembro de 2014, o padre Nicolás pediu a bênção do Senhor para a vida e missão da Companhia de Jesus na então nova Província do Zimbábue-Moçambique. No ano seguinte, em 31 de dezembro de 2015, o então Superior Geral decretou a transferência da Região da África do Sul da Província Britânica para a Província do Zimbábue-Moçambique.

Por fim agora, o novo ato do Padre Sosa que deu origem à nova Província, que inclui um total de 280 jesuítas atuantes na África Austral.

29 março 2021, 15:08