Busca

Vatican News
"A única coisa certa é que milhões de crianças no mundo são vítimas de exploração e de abusos sexuais." (Papa Francisco) "A única coisa certa é que milhões de crianças no mundo são vítimas de exploração e de abusos sexuais." (Papa Francisco) 

No Reino Unido, dia de oração pelas vítimas de abuso será em 4 de maio

O «significado» existencial deste fenômeno criminoso, "tendo em conta a sua amplitude e profundidade humana, só pode ser a manifestação atual do espírito do mal. Sem ter presente esta dimensão, permaneceremos longe da verdade e sem verdadeiras soluções (...). Estamos perante uma manifestação do mal, descarada, agressiva e destruidora (...), que no seu orgulho e soberba, se sente o dono do mundo e pensa que venceu", havia dito o Papa Francisco em fevereiro de 2019 na Santa Missa com os presidentes das Conferências Episcopais de todo o mundo e superiores de Congregações, reunidos no Encontro sobre a Proteção dos Menores e Adultos Vulneráveis na Igreja.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A Conferência Episcopal da Inglaterra e País de Gales, conforme consta no site do Episcopado, transferiu o Dia de Oração pelas Vítimas de Abuso Sexual – a importante iniciativa proposta pela Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores - para o próximo dia 4 de maio. O Santo Padre havia aceito a proposta e pedido que cada Conferência Episcopal escolhesse um dia apropriado em seu país para celebrar um Dia de Oração pelas vítimas e sobreviventes de abuso sexual.

 

Em 2018, a Conferência Episcopal da Inglaterra e País de Gales havia escolhido a sexta-feira da quinta semana da Quaresma. No entanto, ouvindo as vozes das vítimas e sobreviventes, os bispos sentiram que seria correto alterar a data e escolher um momento do Tempo Pascal.

Considerou-se, de fato, que a inclusão deste dia na Quaresma teria um caráter penitencial, enquanto a motivação original para a instituição do Dia não dizia respeito à Igreja que buscava o perdão por suas faltas, mas à esperança e renovação que é necessária para as vítimas, sobreviventes e pessoas afetadas por abusos, como as famílias das vítimas e comunidades paroquiais. Por este motivo, os bispos mudaram este Dia de Oração pelas Vítimas e Sobreviventes de Abusos para a terça-feira da quinta semana da Páscoa, que em 2021 cairá na terça-feira, 4 de maio.

Fazer essa mudança, depois de ter escutado as vozes das vítimas e sobreviventes, "confirma o desejo da Igreja em nossos países de colocar os sobreviventes no centro da resposta aos abusos. Manter o dia no período pascal oferece a esperança de que falou o Papa Francisco na sua primeira Audiência Geral: ‘Ele curou, confortou, compreendeu, deu esperança. Levou todos à presença de Deus’”.

Vatican News Service - RB

17 março 2021, 13:50