Busca

Vatican News
A iniciativa da Igreja na Polônia é uma resposta aos pedidos do Papa Francisco em relação a este drama. A iniciativa da Igreja na Polônia é uma resposta aos pedidos do Papa Francisco em relação a este drama.  (AFP or licensors)

Polônia: primeira sexta-feira da Quaresma é Dia de Oração e Expiação do pecado de abuso contra menores

O nosso envolvimento com a oração solidária, o jejum e outras ações penitenciais deriva da profunda convicção de que além de prestar a necessária ajuda psicológica às vítimas", ações judiciais, educação e prevenção social de tragédias semelhantes, "como comunidade eclesial devemos também nos colocar diante de Deus em espírito de oração, penitência e atividades de caráter pastoral”, disse o delegado da Conferência Episcopal polonesa para a Proteção das crianças e dos jovens.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A Igreja na Polônia realizará o primeiro Dia de Oração e de Expiação pelo pecado do abuso contra menores, na próxima sexta-feira, 19 de fevereiro, com o slogan “Comunidade com as vítimas”.

“As pessoas feridas desta forma têm o direito de contar com o fato de que no longo e difícil caminho de recuperação não faltarão a elas o apoio espiritual de toda a comunidade eclesial”, sublinhou Dom Wojciech Polak, delegado da Conferência Episcopal polonesa para a Proteção das crianças e dos jovens.

Com essa iniciativa, a Igreja na Polônia respondeu ao apelo do Papa Francisco sobre o assunto. “O nosso envolvimento com a oração solidária, o jejum e outras ações penitenciais deriva da profunda convicção de que além de prestar a necessária ajuda psicológica às vítimas, empreender ações judiciais e criminais específicas contra os perpetradores, bem como uma ampla educação e prevenção social para evitar tragédias semelhantes, como comunidade eclesial devemos também nos colocar diante de Deus em espírito de oração, penitência e atividades de caráter pastoral”, acrescentou Dom Polak.

Para o Dia, está prevista a celebração de uma Missa às 7h na intenção das vítimas, a ser presidida pelo Pe. Bogumił Kępa, delegado da Diocese de Kalisz para a Proteção das crianças e Jovens e com transmissão ao vivo do Santuário Jasna Góra.

A mesma intenção será expressa também durante a oração do Terço da Divina Misericórdia, às 15 horas, ao vivo do Santuário de Cracóvia-Łagiewniki.

No dia anterior, por outro lado, o “Apelo de Jasna Góra” agendado para as 21h será conduzido pelo padre Łukasz Knieć, delegado para as vítimas de abusos da Diocese de Opole.

O material pastoral para o Dia, preparado pelo Escritório do Delegado da Conferência Episcopal polonesa para a Proteção de crianças e jovens, contém material litúrgico útil e textos para a reflexão: a Via Sacra, o Rosário e a intenção do Terço de Divina Misericórdia: “As meditações da Via Sacra preparadas para este ano mostram que existem pessoas e instituições que assumem a responsabilidade pela dor de nossos irmãos, feridos de corpo e na alma, e que os acompanham de maneira muito concreta”, observa padre  Piotr Studnicki, diretor do Escritório do Delegado da Conferência Episcopal polonesa para a Proteção das crianças e jovens.

Em colaboração com os pais espirituais das pessoas feridas e a Fundação São José da Conferência Episcopal polonesa, foi criado também o site wspolnotazezranionymi.pl, uma ajuda permanente para todos aqueles que desejam dar apoio espiritual e pastoral às pessoas que foram feridas com abusos sexuais em ambientes eclesiásticos.

“O site está sendo desenvolvido, prevemos que em breve haverá a possibilidade de acrescentar intenções e, por outro lado, de assinalar grupos de denúncias e paróquias que durante o ano rezam pelas vítimas. Queremos que as pessoas feridas sintam o apoio espiritual de toda a comunidade da Igreja em todos os momentos”, concluiu padre Studnicki.

Vatican News Service - RB

17 fevereiro 2021, 15:04