Busca

Vatican News
Povo da Nicarágua Povo da Nicarágua  (AFP or licensors)

Nicarágua, Quaresma. Os bispos apelam à reconciliação e conversão dos corações

Conversão, oração e, sobretudo, esperança de reconciliação: estes são os princípios indicados pela Conferência Episcopal da Nicarágua (CEN) em sua mensagem para a Quaresma.

Isabella Piro – Vatican News

Superar qualquer tipo de confronto que leve contra o exercício cívico e democrático do direito de voto que todo nicaraguense tem: esta é a esperança dos bispos da Nicarágua em sua mensagem quaresmal. Os prelados se unem às aspirações do povo por uma reforma eleitoral "necessária" que garantirá "um processo eleitoral livre e transparente" nas eleições programadas para 7 de novembro próximo. Mas isto só pode ser alcançado "deixando de lado toda atitude de poder e individualismo", em nome de "um caminho de conversão para o bem comum". E o chamado à conversão do coração, definido como "um caminho urgente", é um dos outros princípios lembrados pelos bispos para se libertar do "mal, da injustiça, da iniquidade, do egoísmo, da arrogância, da destruição da vida e da natureza, oposição à vontade de Deus". A conversão, de fato - continua a nota - "implica proteger e salvaguardar a vida e a dignidade de cada pessoa", reconhecendo os próprios erros para repará-los e voltar à amizade com Deus, "experimentando a alegria de Seu perdão".

Ouça e compartilhe!

Oração, penitência e conversão

Outro ponto essencial da Quaresma destacado pela Conferência, é a oração: "A pessoa que abraça a oração é capaz de enfrentar qualquer situação", conscientes do "poder do amor de Deus", escrevem os bispos. Os quarenta dias que nos preparam para a Páscoa são na verdade "um tempo de graça para rezar por uma nova sociedade", dedicado à "busca do bem comum" e à constante reconstrução "de sua ordem política e social, de seu tecido de relações, de seu projeto humano".

Ao mesmo tempo, os bispos enfatizam que "a penitência é uma graça", porque nos permite reconhecer "nosso pecado" e" nossa necessidade de conversão". "Continuemos neste caminho de oração, penitência e conversão pela Nicarágua", lê-se na mensagem, que também convida "à prática de obras de misericórdia" para com o nosso próximo, porque "faz bem pensar nos outros”.

A esperança cristã "não desilude e sustenta toda a vida"

Olhando para o contexto da pandemia da Covid-19, que causou mais de 6 mil casos e mais de 170 mortes no país, a Igreja Católica Nacional exorta os fiéis a viver "a igreja doméstica e a piedade popular como uma nova evangelização", especialmente "através da mídia digital". Isto permitirá "renovar a experiência de fé, celebrando este tempo de graça com todos os meios possíveis e de acordo com as diretrizes pastorais de cada diocese". Por fim a Conferência convida à "esperança que não desilude", a esperança que vem de Deus e que "sustenta toda a vida". "Todo aquele que estiver em comunhão com Jesus Cristo, mesmo em meio a toda adversidade, poderá viver e compartilhar a esperança cristã", afirmam os prelados, "e poderá dar o amor de Deus do qual derivam a justiça, a liberdade, a verdade e a bondade". A mensagem episcopal se conclui com a entrega da Nicarágua ao Imaculado Coração de Maria, para que ela possa interceder pelo país.

17 fevereiro 2021, 16:20