Busca

Vatican News
Na Páscoa de 2018, fiel acende vela em igreja em Bishkek, Quirguistão Na Páscoa de 2018, fiel acende vela em igreja em Bishkek, Quirguistão  (AFP or licensors)

Igreja nos EUA promove coleta em favor dos católicos da Europa Central e Oriental

“Os católicos da Europa Central e Oriental suportaram décadas de perseguição antirreligiosa sob o domínio soviético e precisam urgentemente de ajuda”. Por isso, a coleta de 17 de fevereiro servirá para "apoiar seminários, pastorais juvenis, serviços sociais e centros pastorais, bem como a construção e reforma de igrejas em 28 países", explica uma nota da Conferência Episcopal dos Estados Unidos.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Em 17 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas, será realizada a coleta especial organizada pela Conferência Episcopal dos Estados Unidos (USCCB) em favor dos católicos da Europa Central e Oriental. Um gesto que - explicam os bispos estadunidenses em seu site - quer "levar esperança" à região, onde se continua a trabalhar para reconstruir a vida religiosa e as atividades de assistência social, impedidas por anos pelo regime soviético.

“Os católicos da Europa Central e Oriental - sublinha a USSBC - suportaram décadas de perseguição antirreligiosa sob o domínio soviético e precisam urgentemente de ajuda”. Por isso, a coleta de 17 de fevereiro servirá para "apoiar seminários, pastorais juvenis, serviços sociais e centros pastorais, bem como a construção e reforma de igrejas em 28 países".

Este ano, um foco particular será dado "à comunidade católica do Quirguistão", país "frequentemente comparado à Suíça por sua beleza e à Sibéria por sua história": para lá, de fato, eram deportadas pessoas de origem polonesa e alemã.

“Durante minha visita ao Quirguistão em 2019 - explica Dom Jeffrey M. Monforton, presidente da Subcomissão da USCBB para as ajudas à Igreja na Europa Central e Oriental - fiquei comovido e impressionado com o fervor religioso das pessoas, incluindo os jovens, que enchiam as igrejas.”

“Uma das experiências mais comoventes do meu ministério - revela o prelado - foi administrar o Sacramento da Confirmação a uma senhora que vivia num lar de idosos. Ela havia sido batizada quando criança, mas seus pais tiveram medo que ela fosse crismada. Por muitos e muitos anos ele rezou para receber o Sacramento e, portanto, viu minha visita como uma resposta às suas orações”.

“Encorajo os católicos a apoiarem a coleta de 17 de fevereiro - conclui Dom Jeffrey - porque os projetos apoiados pela generosidade dos fiéis dos Estados Unidos terão um impacto positivo na vida de muitos irmãos na Europa Central e Oriental”.

Digno de nota que, em 2020, a Subcomissão presidida por Dom Monforton doou 6,1 milhões de dólares em financiamento para 323 projetos em 25 países.

Vatican News Service - IP

03 fevereiro 2021, 13:04