Busca

Vatican News

Bispos espanhóis: os sacerdotes cuidem de todos, com coração de pai e irmão

"Em toda parte vemos irmãos e irmãs dos quais aproximar-se, cuidar e dar nossa escuta e nossa atenção", afirmam os bispos espanhóis. "Como São José, portanto, realizemos fielmente nossa missão e cuidemos da Igreja", "no pleno cumprimento da vontade de Deus", de modo a "sermos pais e irmãos" de nosso próximo, exortam eles na mensagem em vista do "Dia do Seminário 2021", que será celebrado no dia 19 de março, coincidindo com a solenidade de São José

Vatican News

Ouça e compartilhe

"Os sacerdotes são enviados por Deus para cuidar da vida de cada pessoa, com o coração de um pai e vendo em todos um irmão": é o que se lê na mensagem que a Conferência Episcopal Espanhola (CEC) difundiu em vista do "Dia do Seminário 2021", que será celebrado no dia 19 de março, coincidindo com a solenidade de São José.

E é precisamente ao pai putativo de Jesus que o tema do “Dia do Seminário” deste ano é dedicado: "Pai e irmão, como São José" é de fato o lema deste Dia edição 2021, que também cai no especial "Ano de São José", convocado pelo Papa Francisco para celebrar os 150 anos da proclamação do esposo da Virgem Maria como Patrono universal da Igreja.

Cultivar as vocações para que deem frutos maduros

Iniciado em 8 de dezembro de 2020, o Ano se concluirá em 8 de dezembro próximo. "São José cuidou da Sagrada Família na casa de Nazaré. E todo seminário, como a casa de Nazaré, quer ser o lugar onde o dom da vocação ao sacerdócio, semeado por Deus no coração de alguns homens, é cuidado e faz crescer", escrevem os prelados.

"Salvaguardar e cultivar as vocações para que deem frutos maduros" é, portanto, o desejo da Conferência Episcopal Espanhola.

São José como "o pai dos seminaristas"

Os bispos também descrevem São José como "o pai dos seminaristas": de fato, como o pai putativo de Jesus, ele "cuidou e moldou Sua educação e Sua pessoa"; portanto, ele pode ser considerado o pai daqueles "que receberam o chamado para modelar suas vidas sobre Cristo com o sacerdócio", fazendo "um ato de fé" e confiando-se totalmente a Deus.

Neste sentido, explicam os prelados ibéricos, "o seminário é um lugar e um tempo privilegiado no qual cada seminarista pode descobrir como Deus o faz crescer através da Igreja e de Sua mão providente".

Jesus, o Bom Pastor de todos os homens

E é graças a "esta experiência do cuidado de Deus que os futuros sacerdotes poderão, um dia, sair pelo mundo" para levar a Palavra do Senhor. Mais ainda: no seminário aprende-se a "cultivar a oração de contemplação" que "torna íntima e pessoal a relação com Cristo, favorecendo o conhecimento e a aceitação da própria identidade sacerdotal".

"Jesus se apresenta como o Bom Pastor de todos os homens - diz ainda a mensagem - e sua vida é uma manifestação contínua e uma realização diária da caridade pastoral". Este trabalho continua na Igreja "através dos apóstolos e seus sucessores, ou seja, os sacerdotes, que são chamados a imitar e reavivar a mesma caridade pastoral e a custodiar os fiéis a eles confiados".

Não esquecer os mais vulneráveis

Ademais, evitando a tentação de "olhar para o outro lado e permanecer indiferentes", os bispos espanhóis exortam os seminaristas a não esquecer os mais vulneráveis, pois "a existência de cada um de nós está ligada à dos outros e a vida não é um tempo que passa, mas um tempo de encontro". Neste sentido, reitera o documento, "a vida sacerdotal é um encontro contínuo com Deus e com os irmãos", porque em cada pessoa o sacerdote vê o rosto de Jesus.

Aproximar-se das pessoas "com o coração de pai" é, portanto, o encorajamento dos prelados aos futuros sacerdotes, assim como fez São José que "levou até o fim a missão que lhe havia sido confiada e, apesar das dificuldades, não voltou o olhar para o outro lado".

Sermos pais e irmãos de nosso próximo

"Em toda parte vemos irmãos e irmãs dos quais aproximar-se, cuidar e dar nossa escuta e nossa atenção", conclui a Conferência Episcopal Espanhola. "Como São José, portanto, realizemos fielmente nossa missão e cuidemos da Igreja", "no pleno cumprimento da vontade de Deus", de modo a "sermos pais e irmãos" de nosso próximo.

Vatican News - IP/RL

09 fevereiro 2021, 15:28