Busca

Vatican News
Rádio Vaticano - São João XXIII Rádio Vaticano - São João XXIII 

Rádio Vaticano 90 anos: a mensagem como semente das sagradas escrituras

Devemos olhar os 90 anos da Rádio do Vaticano e observar o seu olhar humano sobre as questões que impactam o mundo. A sua atuação como ponte para diversos povos como uma importante mão estendida em nossos ombros.

Dom Antônio Carlos Altieri, arcebispo emérito de Passo Fundo (RS) - Coordenador de Atividades Assistenciais da Pró-Saúde

A Rádio Vaticano celebra 90 anos. Conhecida como a rádio da Igreja, a voz do Papa; os frutos desse trabalho atingem milhares de pessoas pelo mundo e espalha o Evangelho às diversas culturas e povos. É a expressão da fé pela mensagem, sendo semente de misericórdia e esperança.

Em certo sentido, supera a forma de como são observadas a comunicação atualmente no mundo, alinhando áudio, vídeo, texto e imagens a um nível multicultural e multimídia. Todas as décadas de sua existência são baseadas no oferecimento ao mundo da luz do Evangelho, guia apostólico e missionário.

Deus, nosso criador, se concretiza e se manifesta em nossas melhores relações. Suas palavras são flores e nos dão frutos, nosso dever é espalhar sementes por novos lugares e ampliar o campo do louvor. Por meio das Sagradas Escrituras, somos a expressão do Senhor em busca de comunicação com o outro, assim como a rádio sendo um baluarte da paz.

Devemos olhar os 90 anos da Rádio do Vaticano e observar o seu olhar humano sobre as questões que impactam o mundo. A sua atuação como ponte para diversos povos como uma importante mão estendida em nossos ombros. Sua palavra nos indica alívio e o caminho para a solidariedade, não nos deixa sozinhos e nos anuncia Cristo.

Como disse o Papa Paulo VI, durante a audiência concedida à equipe da rádio no quadragésimo aniversário de sua fundação, seu objetivo “é unir diretamente o centro da catolicidade com os diversos países do mundo, dar ao Papa a possibilidade de dirigir-se diretamente a todos os fiéis da terra, e difundir a sua palavra e o seu pensamento, informar sobre a atividade da Santa Sé, fazer-se eco da vida católica no mundo, mostrar o modo de ver da Igreja e, em geral, expor a mensagem cristã". (27 de fevereiro de 1971: Discurso ao pessoal da Rádio Vaticano).

Este é um esforço conjunto, de viver unidos, em colaboração mútua e de harmonia, ultrapassando as barreiras culturais e linguísticas, um lugar onde ninguém se sinta estrangeiro.

Instituída para dar voz ao Papa e expansão da Sé Apostólica, a Rádio é um instrumento entre os povos e sua fraternidade. Neste aniversário, vivenciado pelo período da pandemia, a luta contra o vírus redefiniu a nossa própria missão.

Se faz ainda mais necessário conectar-se com o outro, criando experiências em comunicação, abraçando-nos com as palavras, nos reeducando no sentir e não nos baseando em quantidades, mas em convergência cristã, na “cultura do encontro”.

Em nossas orações está o desejo de continuidade do seu Evangelho, junto com a mensagem do Papa, para todos os cantos do mundo.

 

 

 

 

 

12 fevereiro 2021, 15:01