Busca

Vatican News
Religiosas em Nairóbi Religiosas em Nairóbi  (AFP or licensors)

No Quênia, incendiados altar e ambão de igreja em Kisii

Recentemente na área de Kisii, foram registrados vários incêndios criminosos em algumas igrejas cristãs, não apenas católicas.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A igreja enfumaçada, o linho do altar completamente carbonizado e várias vestes sagradas carregadas ao ambão e incendiadas: este é o dramático cenário do ataque piromaníaco que, na noite de 19 de janeiro, foi perpetrado na Igreja de Santa Mônica da Diocese de Kisii, no Quênia.

A polícia iniciou uma investigação, mas os autores do ataque ainda são desconhecidos. No entanto, sejam eles quem forem, a Igreja local exortou-os a se arrependerem. Em entrevista à agência ACI Africa, o diretor diocesano de Comunicações Sociais, padre Arnold Maronga, pediu aos incendiários que "se arrependam de seu ato maligno e peçam perdão a Deus, para que atos semelhantes nunca se repitam”.

Ao mesmo tempo, o sacerdote dirigiu-se aos fiéis: “Como cristãos - observou - devemos rezar por estes criminosos, porque sem oração não podemos seguir em frente”.

E disto, a exortação para a proteção dos lugares sagrados: “Cada pessoa, seja qual for sua religião, deve compreender que os lugares de culto devem ser respeitados”.

Por fim, o sacerdote anunciou que a diocese organizou uma Missa para fazer uma nova consagração da igreja.

A recordar, que recentemente na área de Kisii, foram registrados vários incêndios criminosos em algumas igrejas, não apenas católicas. Para impedir esses ataques e evitá-los no futuro, líderes religiosos locais e forças de segurança marcaram uma reunião para a terça-feira, 26 de janeiro.

Vatican News Service - IP

25 janeiro 2021, 11:11