Busca

Vatican News

Burundi. A dimensão missionária no centro da formação dos sacerdotes

Cinco conferências que proporcionaram dias de reflexão e discussão entre os sacerdotes que estudam no Instituto eclesiástico e acadêmico "São João Paulo II". Recordando que a Igreja de Deus que está no Burundi é um fruto da missão, o vigário geral da Arquidiocese de Gitega convidou os participantes a esta consciência, que pede a todos que passem de uma pastoral de conservação a uma pastoral decididamente missionária, eminentemente evangelizadora

Vatican News

Ouça e compartilhe

Realizou-se de 28 a 30 de dezembro de 2020, no Seminário Maior Interdiocesano "São João Paulo II", em Gitega, na República do Burundi, uma sessão de formação missionária para sacerdotes que estudam neste instituto eclesiástico e acadêmico.

A sessão foi realizada como parte das atividades relacionadas com o Jubileu de Prata que este importante Seminário teológico celebrou em maio de 2019. O tema central fio-condutor das conferências e debates foi "Anúncio, sacramento e ministério sacerdotal na missão da Igreja".

De uma pastoral de conservação a uma pastoral missionária

Cinco conferências proporcionaram dias de reflexão e discussão entre os padres. A primeira conferência foi feita pelo vigário geral da Arquidiocese de Gitega, mons. Nestor Niyokindi.

O tema era: "Ensinamento missionário pontifício: fundações e aberturas. O caso do Papa São João Paulo II". Recordando que a Igreja de Deus que está no Burundi é um fruto da missão, o prelado convidou os participantes a esta consciência, que pede a todos que passem de uma pastoral de conservação a uma pastoral decididamente missionária, eminentemente evangelizadora.

A conferência moderada pelo Irmão Emmanuel Ntakarutimana (frade dominicano) abordou "o estado do Espírito e o compromisso missionário da Igreja no Burundi, a situação, os principais atores e as perspectivas futuras".

Conversão permanente a Cristo

Enfatizando que o objetivo da missão é convidar as pessoas a aderir a Cristo, isto significa que os cristãos não devem apenas olhar para fora, já que todos precisam ser sempre convertidos a Cristo, daí as duas dimensões da missão: ad intra e ad extra. O religioso da Ordem dos Pregadores propôs diferentes caminhos de reflexão em relação a estas duas dimensões.

O bispo de Muyinga e presidente da Conferência Episcopal do Burundi, dom Joachim Ntahondereye, falou sobre a "caixa de ferramentas para uma pastoral missionária eficaz da Igreja no Burundi".

Uma caixa com a qual somos chamados a nos equipar, comparando a natureza e as peculiaridades do ser missionário da Igreja com os desafios que enfrentamos em nossa realidade burundinesa.

Despertar e fortalecer o espírito missionário da Igreja

Por sua vez, o bispo de Rutana, dom Bonaventure Nahimana, enfatizou que o seminário maior deve ser vivido como um espaço e um tempo de formação para o espírito missionário.

O arcebispo de Gitega, dom Simon Ntamwana, enfatizou a necessidade que se tem de refletir sobre as dimensões da espiritualidade sacerdotal do padre secular e os meios para poder progredir a fim de enfrentar o desafio que lhe é lançado pelo ribombar multiforme da rede e pelos riscos de se impregnar de elementos mundanos.

A sessão de formação concluiu-se com a formulação de recomendações aos diversos órgãos diretamente envolvidos com o tema da missão, bem como alguns compromissos concretos assumidos pelos participantes a fim de despertar e fortalecer o espírito missionário da Igreja de Deus que está no referido país do centro-leste da África, na região dos Grandes Lagos.

(Fides)

07 janeiro 2021, 16:20