Busca

Vatican News
Em registro de arquivo de 2020, os poucos turistas em Jerusalém Em registro de arquivo de 2020, os poucos turistas em Jerusalém  (AFP or licensors)

Coordenação da Terra Santa: encontro virtual sobre cristãos em dificuldade devido à pandemia

Os 15 bispos de 11 Conferências Episcopais diferentes - dos Estados Unidos, da União Europeia, do Canadá e da África do Sul - estão reunidos em encontro on-line até quinta-feira (21) para "escutar atentamente as experiências" da realidade local que se tornou ainda mais difícil com a pandemia. Para muitos cristãos empregados no setor do turismo, a difusão da Covid-19 também representou um grande prejuízo econômico que colocou muitas famílias em sérias dificuldades. A peregrinação virtual acontece há 20 anos para analisar a condição dos cristãos na Terra Santa em demonstração de proximidade da Igreja.

Lisa Zengarini - Vatican News 

Já começou o tradicional encontro da Coordenação da Terra Santa (Holy Land Coordination – Hlc) que reúne, neste ano em modalidade on-line por causa da pandemia, 15 bispos dos Estados Unidos, da União Europeia, do Canadá e da África do Sul. Até quinta-feira (21), a 21ª peregrinação pretende analisar a condição dos cristãos na Terra Santa em demonstração de proximidade da Igreja àquela região. Os bispos das 11 conferências episcopais pretendem, assim, chamar a atenção internacional para a situação no complexo contexto político local.

Ninguém esquece os cristãos da Terra Santa

À frente do grupo, o moderador da Coordenação, dom Declan Lang, bispo de Clifton, que, em declaração publicada no site da Conferência Episcopal da Inglaterra e País de Gales (CBCW), quis assegurar aos cristãos da Terra Santa que, apesar do cancelamento da visita, eles não foram esquecidos e que, também neste ano, os bispos irão se comprometer "a escutar atentamente as experiências" para melhor compreender a realidade local que se tornou ainda mais difícil pela pandemia. Para muitos cristãos empregados no setor turístico e em peregrinações, de fato, a difusão da Covid-19 também representou um grande prejuízo econômico que colocou muitas famílias em sérias dificuldades.

A programação do encontro on-line

A abertura do encontro no sábado (16) foi dedicada à apresentação de uma visão geral da situação atual na Terra Santa e do impacto da pandemia na população. No domingo (17), os bispos se uniram à celebração das missas dominicais ao vivo das paróquias do Patriarcado Latino de Jerusalém.

Nesta segunda-feira (18), está previsto um encontro com dom Pierbattista Pizzaballa, Patriarca Latino de Jerusalém, e com dom Leopoldo Girelli, núncio apostólico. Na ocasião, os prelados devem reiterar, mais uma vez, a solidariedade da Igreja universal com as comunidades cristãs da Terra Santa e na busca da atenção internacional para a difícil situação.

Já nesta terça-feira (19), os delegados serão informados sobre a situação na Faixa de Gaza e, em particular, sobre a gestão da Covid-19, além de conversar com os promotores de um projeto para a criação de novos empregos e da "Casa da Paz" que acolhe crianças com deficiência. A atenção dos bispos também será voltada para os jovens em Israel e na Palestina e o tema da educação na quarta-feira (20). Para o último dia de encontro virtual, na quinta-feira (21) é esperada a publicação de um comunicado final.

A oração, a peregrinação e persuasão

A oração para esta 21ª edição da peregrinação também foi publicada no site da Conferência Episcopal da Inglaterra e País de Gales (CBCW). Junto com a peregrinação, a oração e a persuasão. Essa última refere-se ao trabalho a ser feito após a reunião anual. Os bispos, após o encontro, são chamados a falar com os próprios governos, parlamentares, embaixadores israelenses e palestinos e com a mídia sobre as questões que afetam a vida dos cristãos na Terra Santa.

18 janeiro 2021, 12:32