Busca

Vatican News
Em homenagem aos profissionais de saúde, figura de enfermeira é colocada em frente à Basílica de São Francisco Em homenagem aos profissionais de saúde, figura de enfermeira é colocada em frente à Basílica de São Francisco 

Devemos sair melhores da pandemia, diz bispo de Assis

Precisamos nos conscientizar de como Jesus está perto de nós, navegando conosco e sofrendo conosco. "Devemos acreditar que, mesmo navegando com pontos de referência visíveis, Ele é a bússola. Devemos correr até Ele, e pedir que acalme a tempestade”.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

“Podemos e devemos sair melhores da pandemia”, escreve o bispo de Assis - Nocera Umbra - Gualdo Tadino, dom Domenico Sorrentino, numa carta de votos de feliz ano novo, enviada aos sacerdotes e religiosos da diocese.

Pensando, em particular, no sofrimento dos atingidos pela Covid-19, mas também em tantos que se debatem com problemas familiares, de trabalho e econômicos, o prelado destaca que Jesus nunca nos abandona: “Precisamos nos conscientizar de como Ele está perto de nós, navegando conosco e sofrendo conosco. Devemos acreditar que, mesmo navegando com pontos de referência visíveis, Ele é a bússola. Devemos correr até Ele, e pedir que acalme a tempestade”.

Dom Sorrentino reitera, todavia, que “não se trata apenas de invocar sua ajuda para os cientistas, as autoridades, os agentes empenhados na busca de soluções” para enfrentar emergência sanitária. Devemos também “aproveitar esta provação para uma reflexão coral, uma espécie de exame de consciência coletivo”.  A pandemia, de fato, continua o bispo, "está nos fazendo refletir, nos apresentando o problema do sentido da vida".

Na sexta-feira, 8 de janeiro, Dom Sorrentino iniciará a sua segunda visita pastoral a Valfabbrica, com as comunidades de Monteverde, Giomici e Poggio San Dionisio. A visita será aberta às 12h45 pela celebração da Hora Média na igreja paroquial e prolongar-se-á por três dias, durante os quais, em plena observância do regulamento anti-Covid, o prelado se encontrará com sacerdotes, religiosos, leigos, forças da ordem, grupos da Caritas, ministros extraordinários da Eucaristia, administração municipal, membros dos conselhos paroquiais, catequistas, jovens e adolescentes, agentes da liturgia, famílias e comunidades. A visita termina no domingo, 10 de janeiro, Solenidade do Batismo do Senhor, com a Celebração Eucarística às 11h00.

Vatican News Service - IP

07 janeiro 2021, 15:16