Busca

Vatican News

Paquistão. Advento de oração, penitência e caridade, por um Natal humilde e sóbrio

Três dias especiais: um para a oração, um para a penitência e um para a caridade. O dia dedicado à caridade será 22 de dezembro: os fiéis se dedicarão a obras especiais de caridade e de proximidade em benefício dos mais vulneráveis e necessitados. O arcebispo dom Sebastian Francis Shaw pede que cada pessoa compartilhe seus bens com outros, encorajando a "oferecer dons e ajudar a satisfazer as necessidades materiais e espirituais dos irmãos e irmãs carentes, a fim de que o Natal possa ser uma fonte de alegria também para eles"

Vatican News

Ouça e compartilhe

O tempo do Advento vivido pela Arquidiocese de Lahore, no Paquistão, é caracterizado pela oração, penitência e caridade: é o que afirma, em mensagem à Fides – agência missionária da Congregação para  a Evangelização dos Povos –, o arcebispo de Lahore, dom Sebastian Francis Shaw, que enviou uma carta aos fiéis de todas as paróquias e comunidades de sua arquidiocese.

Um dia especial de oração

O tempo de preparação para o Natal enquanto se atravessa a tragédia da pandemia, ressalta o prelado, "será vivido com profunda fé, humildade e sobriedade". Nestes meses marcados pela propagação do coronavírus e pelas consequências sociais e econômicas da pandemia, observa o arcebispo, a comunidade “é tocada pelo sofrimento e pela precariedade: por isso organizamos, no dia 8 de dezembro, um dia especial de oração, em todas as paróquias e associações eclesiais, como sinal de esperança e de consolo".

Dia especial dedicado à penitência

E em 15 de dezembro, um segundo dia especial dedicado à penitência, acompanhado pela ampla celebração do Sacramento da Reconciliação. "Somos seres humanos, cometemos erros e confessamos ao Senhor nossas fraquezas e pecados, pedindo sua misericórdia e perdão, para que possamos permanecer na graça de Deus e sob sua proteção, nestes tempos difíceis", explica o arcebispo na carta aos fiéis.

Dia dedicado à caridade

O dia dedicado em toda a comunidade arquidiocesana à caridade será 22 de dezembro: os fiéis se dedicarão a obras especiais de caridade e de proximidade em benefício dos mais vulneráveis e necessitados. Dom Sebastian pede que cada pessoa compartilhe seus bens com outros, encorajando a "oferecer dons e ajudar a satisfazer as necessidades materiais e espirituais dos irmãos e irmãs carentes, a fim de que o Natal possa ser uma fonte de alegria também para eles".

Celebrar o Natal na alegria, no fervor espiritual e na partilha

O arcebispo afirma: "Deus certamente aprovará nossos sacrifícios e abençoará nossas ações. Peço a todos vocês que realizem este ato de amor”. Além disso, acrescenta, "cada batizado também poderá pensar em sua própria vida como dom de Deus, um dom precioso a ser frutificado, colocando-o nas mãos do Senhor".

Neste tempo de Advento, conclui, "oremos unidos, intensamente, pelo fim da pandemia que aflige a humanidade e que possamos celebrar o Natal na alegria, no fervor espiritual, na partilha, no autêntico espírito da Encarnação de Cristo Jesus, o Deus-conosco".

(Fides)

15 dezembro 2020, 13:46