Busca

Vatican News
Reeleição de Alexander Lukashenko à presidência mergulhou o país numa crise político-social Reeleição de Alexander Lukashenko à presidência mergulhou o país numa crise político-social  

Depois de um dia detidos, sacerdotes são libertados na Belarus

Trata-se de um padre jesuíta e de um vigário paroquial grego-católico. A prisão ocorreu na terça-feira. Eles foram soltos nesta quarta, enquanto aguardam julgamento

Vatican News

Dois sacerdotes na Belarus, o padre jesuíta Viktar Zhuk, pároco da igreja de St. Vladislav, e o padre Alyaksei Varanko, vigário da paróquia greco-católica da Ressurreição de Cristo, foram presos na terça-feira, 8 de dezembro, em Vitsebsk, uma pequena cidade no nordeste do país, na fronteira com a Rússia.

A notícia foi divulgada pelo site "catholic.by" da Conferência Episcopal da Belarus, que explica que os dois sacerdotes foram presos sob a acusação de crimes administrativos e levados ao Departamento de Assuntos Internos do distrito de Pershamaiski de Vitsebsk. Nesta quarta-feira eles foram soltos, enquanto aguardam o julgamento.

O site catholic.by recorda que o jesuíta Victor Zhuk é o autor de pregações dominicais publicados na web. A Conferência Episcopal pede aos familiares e amigos dos sacerdotes que "os apoiem com a oração durante esta provação".

No dia 3 de dezembro, outro sacerdote, o padre Viachaslau Barok, pároco da paróquia de São Josaphat Kuntsevich em Rasony (Diocese de Vitebsk), foi condenado a 10 dias de prisão.

09 dezembro 2020, 16:07