Busca

Vatican News
Encontro virtual abordou a unidade cristã e as dificuldades impostas pelo coronavírus Encontro virtual abordou a unidade cristã e as dificuldades impostas pelo coronavírus  (ANSA)

Conselho Mundial de Igrejas: em busca de uma unidade visível

"Aprendemos uns com os outros o que significa ser uma comunidade fraterna, comprometida em descobrir e viver na unidade da fé apostólica. Devemos dar testemunho ao mundo da relação existente entre a unidade cristã e a unidade da humanidade com a Criação", afirmou o secretário-geral interino do Conselho Mundial de Igrejas, Rev. Ioan Sauca. O comitê executivo terminou nesta sexta-feira (13) a reunião virtual em Genebra, na Suíça.

Manoel Tavares - Vatican News

O comitê executivo do Conselho Mundial de Igrejas concluiu nesta sexta-feira (13) a reunião virtual em Genebra, na Suíça. Ao término do encontro, o secretário-geral interino, Rev. Ioan Sauca, declarou que o objetivo continua sendo a busca da unidade visível:

“Aprendemos uns com os outros o que significa ser uma comunidade fraterna, comprometida em descobrir e viver na unidade da fé apostólica. Devemos dar testemunho ao mundo da relação existente entre a unidade cristã e a unidade da humanidade com a Criação.”

Durante o encontro, a presidente Agnes Abuom recordou: “os cinco continentes lutam contra o Covid-19, mas a pandemia deu origem à crise econômica e social mais profunda do século, interrompendo, repentinamente, os objetivos da Agenda do Desenvolvimento”. Agnes afirmou ainda que “10 milhões de crianças podem sofrer de desnutrição aguda, segundo o Programa Mundial de Alimentos (PAM). Além de evitar a propagação do coronavírus, são necessárias algumas medidas para evitar também a transmissão do HIV”.

A presidentetambém falou sobre o aumento dramático da violência sexual e física contra mulheres e meninas nos últimos 12 meses: "este número provavelmente aumentará por causa das incertezas sobre a segurança, saúde e economia, que aumentam a tensão e o estresse, agravados pelas condições de vida das famílias e do confinamento durante o período da Covid-19".

Agnes Abuom acrescentou, por fim, que o cyber-bullying também está em aumento por causa do ressurgimento de governos autoritários: “embora as diretrizes, como o confinamento e as restrições de mobilidade possam aliviar a propagação do vírus, em curto prazo, podem também dar aos governos a possibilidade para violar os direitos humanos se, no futuro, não forem revogados, controlados e combatidos”.

Ao término da reunião do comitê executivo, o reverendo disse: “o amor de Cristo abre um horizonte de esperança. O plano de Deus é levar o mundo e o cosmos à reconciliação e à unidade”.

Novo encontro marcado para 2022, na Alemanha

A próxima assembleia do Conselho Mundial de Igrejas se realizará em Karlsruhe, na Alemanha, em setembro de 2022, sobre o tema "O amor de Cristo leva o mundo à reconciliação e à unidade". O encontro pretende fomentar o diálogo entre as pessoas do mundo inteiro das diversas religiões.

Vatican News Service - TC

14 novembro 2020, 16:28