Busca

Vatican News
Papa Francisco os membros da Comissão Julgadora do Prêmio Zayed para a Fraternidade Humana Papa Francisco os membros da Comissão Julgadora do Prêmio Zayed para a Fraternidade Humana   (Vatican Media)

O Papa encontra o júri do Prêmio Zayed Fraternidade Humana

Em Roma para discutir as regras e critérios de escolha do prêmio, os jurados foram recebidos em audiência pelo Pontífice. Criado em 2019, o prêmio foi entregue ao Papa Francisco e ao Grande Imã Ahmad al Tayyeb pela assinatura do Documento sobre a Fraternidade em Abu Dhabi. Este ano, pela primeira vez, o prêmio inclui a possibilidade de nomear personalidades e instituições que tenham dado um contributo significativo para a humanidade.

Silvonei José - Vatican News

O Júri do Prêmio Zayed para a Fraternidade Humana encontrou-se nesta sexta-feira (23/10), pela primeira vez, com o Pontífice. A ocasião foi a sessão de trabalho organizada em Roma para discutir os mecanismos de avaliação que o júri irá seguir até ao anúncio do vencedor em janeiro de 2021.

Durante o encontro, foram discutidas as regras e critérios para a escolha do Prêmio, que inclui a possibilidade de nomear personalidades e instituições que tenham dado um contributo significativo ao serviço da humanidade.

Ouça e compartilhe

As candidaturas

Na segunda-feira, 19 de outubro, a HCHF anunciou o convite à apresentação de candidaturas para a segunda edição do Prêmio e esta é a primeira vez que isso acontece. Na primeira edição, o prêmio foi entregue a Sua Eminência o Grande Imã de Al-Azhar Al-Sharif, Prof. Ahmed Al-Tayyeb, e Sua Santidade o Papa Francisco - Abu Dhabi, Fevereiro de 2019 - pelo seu papel na assinatura do Documento sobre a Fraternidade Humana (DHF).

Os membros da Comissão Julgadora do Prêmio Zayed para a Fraternidade Humana elogiaram o DHF, enfatizando o seu significado para toda a humanidade, especialmente à luz dos desafios e crises que o mundo está atravessando. Também elogiaram os esforços feitos pela HCHF para promover a cultura de coexistência, bem como a iniciativa de apoiar o Prêmio e estabelecer critérios neutros para a sua atribuição. Os membros do Júri expressaram o seu apreço pela vontade dos Emirados Árabes Unidos em apoiar os esforços para alcançar os objetivos do DHF.

Para o bem da humanidade

O juiz Mohamed Abdelsalam disse que o Prêmio Zayed para a Fraternidade Humana, inspirado no histórico Documento sobre a Fraternidade Humana, continuará a reforçar os esforços conjuntos para o bem da humanidade. Acrescentou que o Prêmio será uma plataforma internacional anual para aqueles que acreditam na coexistência e na paz em todo o mundo, e que o Prêmio será entregue ao vencedor numa prestigiada cerimônia anual a ser realizada no aniversário da assinatura do DHF.

O Júri

De acordo com os estatutos do Prêmio, o Júri do Zayed Award for Human Fraternity será constituído por cinco membros além do secretário-geral da HCHF. Os cinco membros são: Catherine Samba-Panza, ex-presidente da República Centro-Africana, Michaelle Jean, ex-governadora geral e comandante-em-Chefe do Canadá e ex-chefe da Organização Internacional da Francofonia, Muhammad Jusuf Kalla, ex-vice-presidente da Indonésia e presidente da Cruz Vermelha indonésia, o cardeal Dominique François Joseph Mamberti, Prefeito do Supremo Tribunal da Signatura Apostólica no Vaticano, e Adama Dieng, ex-Conselheira Especial da ONU para a prevenção do genocídio, bem como o secretário-geral do Juiz Mohamed Abdelsalam.

 

24 outubro 2020, 09:54