Busca

Vatican News
Papa Francisco assinando a "Fratelli tutti" Papa Francisco assinando a "Fratelli tutti" 

Bispos mexicanos: “Fratelli tutti” nos ajudará a colocar em prática o nosso Projeto Global de Pastoral

A Conferência episcopal convida o povo mexicano a ler, refletir e se inspirar na nova Carta Encíclica do Papa Francisco.

Vatican News

A fraternidade e a amizade social como valores essenciais para restaurar a esperança e o impulso a uma humanidade ferida pela violência e pela pandemia da Covid-19 são as duas chaves de leitura que os bispos mexicanos ofereceram ao apresentar a Encíclica “Fratelli tutti” do Papa Francisco e agradecer-lhe por sua enorme contribuição ao Plano Global de Pastoral da Conferência Episcopal Mexicana (CEM).

“Hoje mais do que nunca queremos anunciar e construir a dignidade humana, encorajados pela palavra do Papa que nos chama a reconhecer basicamente e essencialmente quanto vale um ser humano, quanto vale uma pessoa sempre e em qualquer circunstância, levando em conta que este respeito pela dignidade humana é um princípio elementar da vida social que muitas vezes é ignorado de maneiras diferentes, de modo que quando não é salvo, não há futuro nem para a fraternidade nem para a sobrevivência da humanidade”, dizem os bispos.

Coração aberto para o mundo

O CEM explica em sua mensagem de apresentação que ao longo de oito capítulos, a “Fratelli tutti” oferece um olhar sobre a realidade de um mundo fechado com seus efeitos sobre a humanidade, à luz da passagem do Bom Samaritano que se torna o “eixo transversal” de todo o documento. Além disso, afirma que a nova encíclica nos convida a pensar e desenvolver um “mundo aberto” que aborda temas como migração, política, diálogo e amizade social com propostas e aspectos práticos que levam a ter um “coração aberto para o mundo” a fim de avançar por caminhos de paz, de reencontro, de ajuda, de engenhosidade e audácia, para gerar processos que curam as feridas e buscar o diálogo entre pessoas de diferentes religiões, além da diplomacia, da bondade e da tolerância.

“Convidamos todos a serem capazes de reagir com um novo sonho de fraternidade e amizade social que não permanece apenas em palavras, mas transcende em obras no contexto da pandemia inesperada da Covid-19 que nos desafia como país a fazer algo por nossos irmãos e irmãs mais pobres, aqueles que sofrem violência, os migrantes, os doentes, os idosos, os jovens, as famílias, as comunidades educacionais, a Casa comum e todas aquelas pessoas de boa vontade que precisam de nossa proximidade e acompanhamento”, exorta o episcopado.

Deixar-se tocar pelas palavras inspiradoras do Papa Francisco

Os bispos mexicanos afirmam em sua mensagem que a “Fratelli tutti” os ajudará a continuar a encontrar novas formas de colocar em prática os 35 compromissos do Projeto Global de Pastoral, que têm como objetivo fazer do México um país melhor. A CEM salienta que à luz da nova encíclica há cinco desafios emergentes para o país: a necessidade de ter uma economia integrada num projeto político, social e cultural que busca o bem comum, a construção de pontes de encontro e diálogo, a criação de novos empregos, diversidade produtiva e criatividade empresarial, liberdade das religiões a serviço das pessoas e a defesa da justiça na sociedade, e dar respostas indispensáveis e necessárias aos migrantes, especialmente aqueles que estão fugindo de graves crises humanitárias.

Por fim, a Conferência episcopal convida os mexicanos a lerem a nova Carta Encíclica, a refletir sobre o documento e a deixar-se tocar pelas palavras inspiradoras do Papa Francisco a partir de suas vidas, a fim de fazer do México e de cada família um espaço onde a fraternidade universal e a amizade social sejam vividas. “Que Nossa Senhora de Guadalupe nos incentive a imitá-la e, como ela, ser uma Igreja que serve, que sai de casa, que sai de seus templos, de suas sacristias, para acompanhar a vida, sustentar a esperança e ser sinal de unidade [...] para construir pontes, abater muros e semear a reconciliação”, concluem os bispos.

Vatican News Service – ATD/MJ

19 outubro 2020, 16:33