Vatican News
O cardeal Konrad Krajewski inaugura uma casa de acolhimento para detentos em Roma O cardeal Konrad Krajewski inaugura uma casa de acolhimento para detentos em Roma 

Cardeal Krajewski inaugura a casa de acolhimento “Comecemos de novo”

A iniciativa é uma resposta à necessidade de oferecer um lugar de acolhimento aos reclusos que, embora tenham direito a ele, não podem se beneficiar de medidas alternativas.

Vatican News

“Ricominciamo”, “Comecemos de novo” é o nome da casa de acolhimento para detentos e sem-teto que foi inaugurada na tarde desta sexta-feira (25/09), na Via della Pisana, em Roma, para que os presos possam sair do cárcere com as medidas extraordinárias, previstas para a emergência da Covid-19.

Ouça e compartilhe

A iniciativa é uma resposta à necessidade de oferecer um lugar de acolhimento aos reclusos que, embora tenham direito a ele, não podem se beneficiar de medidas alternativas. O projeto, que envolve a Associação de Voluntários na Prisão, Caritas de Roma, os Capelães do Cárcere Rebibbia e a Esmolaria Apostólica da Santa Sé, tem sua sede num instituto da Congregação das Irmãs “Filhas de Cristo Rei”.

A inauguração contou com a presença do cardeal Konrad Krajewski, esmoleiro do Papa, do bispo auxiliar da Diocese de Roma encarregado da Pastoral Carcerária e do setor centro, o jesuíta pe. Daniele Libanori e do pe. Benoni Ambarus, diretor da Caritas Diocesana de Roma.

“Acolham-se uns aos outros, como Cristo os acolheu”

Neste momento, a casa abriga três pessoas em prisão domiciliar, cinco com uma licença-prêmio e três que cumpriram suas penas e estão procurando um alojamento definitivo. Dezenas de outras acomodações já foram concedidas e a casa está aguardando mais hóspedes. O espírito da Casa “Ricominciamo” está sintetizado na Palavra de Deus: “Acolham-se uns aos outros, como Cristo os acolheu” (Romanos 15,7). O nome da casa expressa a ideia de recomeçar a partir de um estado de emergência e crise a fim de realizar uma nova viagem no espírito da caridade.

25 setembro 2020, 17:49