Busca

Vatican News
Igreja "Sainte Cecile des Deux Plateaux", em Abdijan Igreja "Sainte Cecile des Deux Plateaux", em Abdijan  (AFP or licensors)

Costa do Marfim: transmitir pela mídia a importância da missão

Seguindo orientação do encontro de Diretores Nacionais das POM em Roma, a Igreja na Costa do Marfim fará uso dos meios de comunicação durante o Mês das Missões, com programas que abordarão temas como o lugar das POM na Igreja, a importância da missão e como suscitar o despertar missionário nos cristãos, com o envolvimento do diretor Nacional das POM, seus colaboradores e dos Institutos missionários existentes no país.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

“Para celebrar o mês de outubro, mês da missão na Igreja, quisemos direcionar nossa ação usando os meios de comunicação”, afirmou padre Jean Noel Gossou, diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM) da Costa do Marfim, durante encontro preparatório para o Mês das Missões realizado em sua sede no Planalto de Abidjan.

“Consideramos oportuno utilizar estes meios para veicular a mensagem do Papa, para transmitir a importância da missão”, sublinhou o sacerdote, indicando que esta decisão segue as recomendações do último encontro mundial dos Diretores nacionais das POM.

“Em nosso último encontro de Diretores Nacionais, nossos dirigentes em Roma nos recomendaram a usar os meios de comunicação, para que também eles, por vocação, possam ser um vetor da importância da missão” explicou, acrescentando que “para a celebração do Mês Missionário de outubro de 2020, foram programadas transmissões nas mídias locais, como a televisão católica nacional Ecclésia TV, a Rádio católica nacional La Voix de l'Evangile e a Rádio Espoir, rádio diocesana de Grand-Bassam”.

Os diversos programas abordarão temas como o lugar das POM na Igreja, a importância da missão e como suscitar o despertar missionário nos cristãos, com o envolvimento do diretor Nacional das POM, seus colaboradores e dos Institutos missionários existentes no país.

“Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8), tema do Mês Missionário de outubro de 2020, também foi tema do encontro preparatório do Escritório Nacional, enriquecido pela presença de alguns membros das redes de Institutos missionários encarregados de ajudar a liderança nacional das POM em sua missão, despertando a consciência missionária em todos os batizados.

“O Papa, em sua mensagem a todas as nações, sublinhou que estamos em um contexto em que o mundo está transtornado pela pandemia de Covid-19 e por outras situações sócio-políticas. Portanto, “eis-me aqui, envia-me” é uma resposta que o cristão dá para ser enviado a este mundo transtornado para levar a mensagem de esperança, a mensagem da salvação de Cristo”, sublinhou o diretor Nacional.

Por fim, o padre Gossou inseriu o tema do Mês das Missões deste ano no contexto marfinense, às vésperas das eleições presidenciais, a serem realizadas em 31 de outubro. Enquanto a população enfrenta o medo, o cristão deve ser capaz de ‘aceitar ir em missão para levar a mensagem de esperança, de paz, de coesão social; portanto, “Eis-me aqui, envia-me” é também saber responder a Cristo e levar a Palavra que salva no coração de todos”.

 Agência Fides - SS/LM 

29 setembro 2020, 09:14