Busca

Vatican News
Missa de abertura da Assembleia Plenária na Catedral de Fulda, em 24 de setembro de 2019 Missa de abertura da Assembleia Plenária na Catedral de Fulda, em 24 de setembro de 2019  (ANSA)

Luta contra a pandemia e caminho sinodal na Plenária dos bispos alemães

Ação pastoral da Igreja durante a pandemia, caminho sinodal após escândalo dos abusos, perda de fiéis, estão entre os temas a serem abordados pelos bispos alemães reunidos em sua Plenária de outono.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A cidade de Fulda acolherá a Plenária de outono da Conferência Episcopal Alemã (DBK), a ser realizada de 22 a 24 de setembro, com a participação de 69 bispos, sob a liderança de seu presidente, Dom Georg Bätzing.

No respeito às normativas contra o contágio do coronavírus, a duração da Plenária será reduzida. Os trabalhos, ademais, serão realizados em um espaço suficientemente amplo na prefeitura da cidade.

Dois temas terão destaque no encontro, informa a DBK: “os efeitos da pandemia do coronavírus na vida da Igreja e os progressos no Caminho Sinodal”, itinerário concebido como renovação eclesial após o escândalo dos abusos de menores e vulneráveis ​​cometidos por eclesiásticos e religiosos.

Mas os prelados também irão refletir sobre as estatísticas da Igreja do ano de 2019, que viu um novo recorde de abandonos da Igreja, 272.771, ou seja, 26 por cento a mais que no ano anterior. Por fim, será dado espaço à análise da Instrução "A conversão pastoral da comunidade paroquial a serviço da missão evangelizadora da Igreja", elaborada pela Congregação para o Clero e publicada em julho.

Entre os momentos de destaque da Plenária, a declaração à imprensa do presidente do DBK no dia 22, às 13 horas. Na parte da tarde, o Núncio Apostólico na Alemanha, Dom Nikola Eterović, participa dos trabalhos, enquanto às 18h30 será celebrada a Missa inaugural da Plenária na Catedral de Fulda.

No dia seguinte, 23 de setembro, às 13h00, será realizada uma coletiva de imprensa sobre o tema “Coronavirus: responsabilidade e proteção da Igreja” na qual “serão abordadas as perspectivas da Igreja universal e os efeitos da pandemia, bem como as questões de coesão social e do que é constituído o centro da sociedade”.

Do ponto de vista pastoral, em particular, “será examinada a presença da Igreja e seus serviços pastorais junto às pessoas em tempos de emergência sanitária”.

Por fim, para a quinta-feira, 24 de setembro, às 14 horas, está agendada a coletiva de imprensa de encerramento da Assembleia com a participação de Dom Bätzing e do secretário geral da DBK, padre Hans Langendörfer.

Vatican News Service - IP

08 setembro 2020, 13:41