Busca

Vatican News
A  Índia é o terceiro país ao mundo com maior número de contágios Covid-19 A Índia é o terceiro país ao mundo com maior número de contágios Covid-19  (ANSA)

Inaugurado na Índia primeiro Centro para pacientes Covid-19: "Igreja ao lados dos pobres e necessitados", recorda bispo

“A Igreja está sempre na linha da frente para ajudar os pobres e os necessitados, tanto no campo da educação como da saúde. Este novo Centro é mais uma oportunidade de oferecer nosso serviço abnegado à sociedade e à nação”, afirmou na inauguração o arcebispo de Bangalore, Dom Peter Machado.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Foi inaugurado em 20 de agosto em Bengaluru, Karnataka o primeiro Centro de tratamento na Índia inteiramente dedicado a pacientes com coronavírus. A estrutura está localizada no St. John's Medical College e possui 48 leitos em isolamento, uma unidade de terapia intensiva com 24 leitos e outra unidade sub-intensiva. Na cerimônia de inauguração, segundo relato da UCA News, também presente o arcebispo de Bangalore, Dom Peter Machado.

O hospital St. John's, na verdade, faz parte da St. John's National Academy of Health Sciences, fundada em 1963 pela Conferência dos Bispos Católicos da Índia (CBCI), com o objetivo de formar profissionais de saúde comprometidos com o serviço aos pobres e marginalizados.  Abençoando a nova estrutura, Dom Machado recordou justamente este compromisso: “A Igreja está sempre na linha da frente para ajudar os pobres e os necessitados, tanto no campo da educação como da saúde. Este novo Centro é mais uma oportunidade de oferecer nosso serviço abnegado à sociedade e à nação”.

Agradecendo, então, a todos aqueles que prestaram assistência à saúde da população “nestes tempos cruciais”, o prelado recordou que, nos últimos cinco meses, foram prestados cuidados anti-Covid19 gratuitos no valor igual a 67 mil dólares, submetendo à triagem mais de 5 mil pacientes e tratando mais de 500 em Unidades de Terapia Intensiva.

Por sua vez, padre Paulo Parathazham, diretor da Academia Nacional de Ciências da Saúde São João, explica: que “o novo Centro está distante do núcleo principal do hospital, mas está conectado a ele de forma segura: pacientes sem coronavírus podem acessar o ambulatório, laboratórios e farmácia sem entrar em contato com pessoas infectadas”.

O sacerdote destaca ainda as dificuldades não somente físicas, mas também sociais das pessoas atingidas pela Covid: “São estigmatizados, marginalizados e até agredidos fisicamente - explica - Mas assumimos o desafio de prestar cuidados de saúde acessíveis também a esses pacientes".

 De acordo com os dados mais recentes, a Covid-19 na Índia registrou 3.044.940 casos positivos e quase 57 mil mortes.

Vatican News Service - IP

23 agosto 2020, 09:11