Busca

Vatican News
Sacerdote maronita celebra no domingo, diante de edifício destruído pela explosão em Beirute Sacerdote maronita celebra no domingo, diante de edifício destruído pela explosão em Beirute  (AFP or licensors)

Caritas Hungria e Ambrosiana enviam ajudas ao Líbano

A Caritas Hungria enviou uma ajuda inicial de 28 mil euros, mas pede a colaboração daqueles que tem a possibilidade, pois será necessária uma segunda fase de ajudas. Já a Caritas de Milão enviou uma ajuda inical de 20 mil euros.

Vatican News 

Ouça e compartilhe!

Também a Caritas Hungria une-se à onda de solidariedade com o Líbano, severamente atingido por uma explosão em 4 de agosto em um armazém no porto de Beirute. Os mortos são ao menos 158, os feridos passam de seis mil, sem falar nos mais de 300 mil desabrigados devido à onda de choque destrutiva provocada pela explosão.

Especificamente, uma nota informa que “a Caritas Hungria doou 28 mil euros de seus recursos para ajudar Beirute, por meio da Caritas Líbano”, cuja sede e escritórios também foram danificados.

“Aqueles que foram atingidos por esta tragédia estão em sérias dificuldades - continua a nota. A Caritas ajudará quem têm necessidades urgentes. As necessidades prioritárias são, de fato, alimentação, assistência médica e habitação”.

 

“Acredita-se que serão necessários dois ou três meses até poder voltar ao normal - continua – de forma que a Caritas deverá considerar uma segunda fase da ajuda”.

Por fim, a instituição de caridade húngara exorta aqueles que têm a possibilidade de fazer uma doação: "Por favor, apoiem as vítimas!"

Caritas Ambrosiana

 

Já a organização de caridade da Igreja em Milão, lançou uma campanha de arrecadação de fundos, destinando uma contribuição inicial de 20 mil euros.

“Estamos profundamente entristecidos pelo que aconteceu e em sinal de proximidade queremos apoiar os numerosos agentes da Caritas Líbano com os quais temos uma relação de amizade que já dura anos”, disse em nota Luciano Gualzetti, diretor da Caritas Ambrosiana.

Neste meio tempo, a Caritas Líbano já distribuiu mais de 2.300 refeições quentes para famílias alojadas em barracas de emergência e instalou clínicas móveis. Mas no País dos Cedros, já devastado por uma grave crise econômica e política, há muito faltam suprimentos médicos vitais, como anestésicos e medicamentos.

Para agravar ainda mais a situação, a explosão danificou quatro hospitais, incluindo o de "Saint George", o principal de Beirute. Tudo isso enquanto sobem os preços dos alimentos, com consequências desastrosas para a população. Sem contar que a explosão atingiu também dois depósitos de grãos, essenciais para garantir a alimentação dos moradores locais.

Para saber como participar da arrecadação de fundos lançada pela Caritas Ambrosiana, você pode consultar o site https://www.caritasambrosiana.it

Vatican News Service - IP

Photogallery

Celebrações dominicais nas ruas de Beirute
10 agosto 2020, 07:03