Busca

Vatican News
É grande o desânimo daqueles que, embora compreendam o perigo da situação devido ao mau estado de conservação do prédio, decidiram lançar uma campanha para salvar a única catedral barroca do país. É grande o desânimo daqueles que, embora compreendam o perigo da situação devido ao mau estado de conservação do prédio, decidiram lançar uma campanha para salvar a única catedral barroca do país. 

Mal conservada, Catedral barroca do século XIX começa a ser demolida no Vietnã

Em seu lugar, será construída uma nova catedral. Segundo uma religiosa, seu mau estado de conservação oferecia perigo aos féis. Mas nem todos concordam com a decisão e lançaram uma campanha para preservá-la.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A diocese mais antiga do Vietnã do Norte, Bui Chu, no distrito de Xuan Truong, província de Nam Dinh, iniciou a demolição da Catedral Rainha do Rosário, construída no século XIX, devido ao péssimo estado de conservação. Ao final dos trabalhos, o que deverá acontecer em agosto, terá início a construção da nova catedral.

Não obstante os apelos para sua conservação, visto ter sido construída há 135 anos e ter se tornado um ícone da fé, em 17 de julho os trabalhadores -  contou à UCA News um sacerdote da diocese - sem o conhecimento de ninguém, para evitar impedimentos à demolição, começaram a remover o piso e o telhado da Catedral.

De fato, em maio de 2019, 25 arquitetos haviam apresentado um pedido ao primeiro-ministro Nguyen Xuan Phuc, ao ministro da Cultura, Esportes e Turismo, Nguyen Ngoc Thien e às autoridades locais, para que a Catedral em estilo barroco fosse conservada. O apelo foi feito depois que Dom Tomás de Aquino Vu Dinh Hieu, bispo de Bui Chu, havia anunciado a intenção de derrubá-la.

Embora o vigário geral, padre Joseph Nguyen Duc Giang, tenha cancelado posteriormente o plano de demolição da Catedral, construída em 1885 pelo bispo espanhol Wenceslaw Onate, os líderes da igreja e os arquitetos não conseguiram chegar a um acordo para salvá-la.  Assim, em fevereiro, a diocese retomou a demolição, retirando o mobiliário, mas teve que interromper o trabalho devido à propagação da pandemia de Covid-19.

A igreja, com uma superfície de 1.088 metros quadrados e restaurada em 1974 e 2000 devido às contínuas inundações na estação das chuvas, estava muito degradada e representava um perigo para os fiéis que a frequentavam, declarou à UCA News a irmã Theophane Doan Thi Chuyen, das Filhas de Nossa Senhora do Rosário.

"É correto - sublinhou a religiosa - construir uma nova catedral no lugar da antiga para garantir a segurança das pessoas que participam dos cultos".

É grande, no entanto, o desânimo daqueles que, embora compreendam o perigo da situação devido ao mau estado de conservação do prédio, decidiram lançar uma campanha para salvar a única catedral barroca do país.

Vatican News Service - AP

22 julho 2020, 14:37