Busca

Vatican News
Invocar Nossa Senhora Auxiliadora para proteger contra a pandemia Invocar Nossa Senhora Auxiliadora para proteger contra a pandemia 

Em tempos de pandemia: um dia de Súplica a Nossa Senhora Auxiliadora

Transformar o dia 24 de julho, dedicado a Nossa Senhora Auxiliadora, num “Dia de Súplica Mariana”. Pe. Renato dos Santos, pároco da comunidade paroquial Santo Antônio, de Joinville, explica que o objetivo é fazer deste um dia de unidade em torno de Maria.

Vatican News

Transformar o dia 24 de julho, dedicado a Nossa Senhora Auxiliadora, num “Dia de Súplica Mariana”. Essa é a intenção do padre Renato dos Santos, pároco da comunidade paroquial Santo Antônio, de Joinville. Ele justifica: “Uma noite dessas, terminando minha oração diante do Sacrário, no silêncio da noite, quando se ouve melhor a voz de Deus que fala dentro de nós, senti um impulso do Espírito Santo. Tive, então, a ideia de tornar o 24 de julho um Dia de Súplica Mariana, levantando um grande clamor ao coração da Mãe”, conta o sacerdote.

“Todas as gerações me chamarão Bem-Aventurada, porque o Senhor fez em mim maravilhas”, cita padre Renato, num trecho do Evangelho de Lucas (1,48-49). O sacerdote explica que o objetivo é fazer deste um dia de unidade em torno de Maria. “Seremos milhares, nas igrejas domésticas e nas igrejas paroquiais, prestando nossa veneração à Mãe de Deus, com uma oração incessante. Pediremos, por intercessão da Mãe de Jesus, as bênçãos do céu sobre nós, sobre nossas famílias, sobre os afetados pela Covid-19, sobre os médicos e profissionais de saúde e sobre os cientistas que estudam a criação de uma vacina que porá freios ao avanço da pandemia.”

Então, neste dia, quem puder deve ir à sua igreja paroquial e dedicar um tempo de Adoração diante do Sacrário, rezando o Terço, meditando sobre os mistérios dolorosos, oferecendo-os aos sofredores, doentes, desempregados e aflitos. E mais, acrescenta o pároco: “Levar por escrito o seu agradecimento e seu pedido, colocando-o aos pés de Nossa Senhora. Oferecer a Nossa Senhora ao menos uma rosa, uma flor, como gesto de amor. Participar da Santa Missa, consagrando sua família aos cuidados de Nossa Senhora Auxiliadora. Realizar algum gesto concreto de solidariedade para com alguém que sofre.”

Quem não puder ir à igreja, pode decorar uma mesa em casa, colocando sobre ela a imagem de Nossa Senhora, uma vela acesa, um vaso de flores. Rezar o Terço, assistir à Missa em algum meio eletrônico e convocar parentes e amigos a transformarem o dia 24 num Dia de Súplica Mariana.

Neste dia, a Paróquia Santo Antônio permanecerá aberta das 6h às 22h. A imagem de Jesus Sacramentado ficará sobre o altar até a bênção do Santíssimo, às 18h45, e haverá celebração eucarística de Consagração das Famílias às 19h (com transmissão pelo Facebook da Paróquia).

O padre Renato conclui com uma citação de São João Bosco. “Faça o que pode, Deus fará o que não podemos fazer. Confie sempre em Jesus Sacramentado e em Nossa Senhora Auxiliadora e verá o que são milagres.”

24 julho 2020, 16:34