Busca

Vatican News
Fiel georgiana na Catedral da Santíssima Trindade em Tbilisi Fiel georgiana na Catedral da Santíssima Trindade em Tbilisi  (AFP or licensors)

Caritas República Tcheca preparou quase mil médicos da Geórgia no combate à Covid-19

Nos cursos de formação, 980 médicos georgianos aprenderam como gerenciar sintomas suspeitos de todos os tipos de febre, como realizar consultas telefônicas com os pacientes, como continuar o tratamento preventivo durante a epidemia e como tratar as doenças crônicas mais comuns a ela associadas.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Desde o momento que a Organização Mundial da Saúde anunciou a pandemia de coronavírus e o governo de Praga declarou estado de emergência, a Caritas da República Tcheca - organismo vinculado à Conferência Episcopal local – não mediu esforços para treinar cerca de mil médicos provenientes da Geórgia no combate à Covid-19.

Uma das medidas imediatas adotadas – lê-se no site dos bispos tchecos - foi a assistência à distância prestada pelos médicos de família, que no entanto, tiveram inicialmente que ser treinados neste método.

“Desde o início ficou claro que o setor dos cuidados primários deveria fazer parte das medidas anti-Covid, já que o setor hospitalar não teria capacidade para absorver o número crescente de pacientes”, explicou um dos responsáveis pelo projeto da Caritas, Rusudan Chkhubianishvili. “Assim, o objetivo primordial era reduzir ao mínimo as possibilidades de que a doença se propagasse nas comunidades, o que também exigiu prestar assistência médica à distância, sem contato direto".

"O conteúdo de formação foi baseado em padrões nacionais para problemas clínicos, preparados pelas Associações de profissionais de saúde primária e aprovados pelo Ministério de Pessoas Deslocadas dos Territórios Ocupados, da Saúde, do Trabalho e dos Assuntos Sociais da Geórgia, com o objetivo de ensinar os médicos de família a reconhecer e tratar os casos positivos de coronavírus”, acrescenta Rusudan.

Posteriormente foi organizado um treinamento on-line para os médicos de família que trabalham em instituições de assistência básica nas cidades, bem como para os médicos das áreas rurais de diferentes regiões: dessa forma, todos os médicos do país obtiveram informações completas e atualizadas dos casos Covid-19.

Em abril foram iniciados 65 cursos de formação, com duração de quatro semanas, para quase todos os médicos da zona rural, além daqueles voltados para médicos de família no distrito de Gali e representantes de minorias étnicas nas áreas de Samcche-Javakheti e Kvemo Kartli.

No total, 980 médicos aprenderam como gerenciar sintomas suspeitos de todos os tipos de febre, como realizar consultas telefônicas com os pacientes, como continuar o tratamento preventivo durante a epidemia e como tratar as doenças crônicas mais comuns a ela associadas.

"Graças à Caritas República Tcheca, tivemos a oportunidade única de aprender a gerenciar a Covid-19 nos cuidados básicos segundo o protocolo - é o testemunho de Tea Sakhokia, médico de família do município de Senaki - tivemos a oportunidade de nos comunicar continuamente com os especialistas, desenvolver nossas capacidades e aprender a tomar decisões em situações de emergência ".

Vatican News - RB

14 junho 2020, 12:14