Busca

Vatican News
Basílica do Santo Sepulcro, Jerusalém Basílica do Santo Sepulcro, Jerusalém 

Dom Pizzaballa: repensemos nossos estilos de vida segundo a Verdade de Cristo

Nascida em 1247 na Diocese de Liège, na Bélgica, em resposta à tese de Berengario de Tours, que acreditava que a presença de Cristo na Eucaristia fosse apenas simbólica, a Solenidade de Corpus Christi recorda a missa da Ceia do Senhor na Quinta-feira Santa.

Vatican News

Que a Solenidade de Corpus Christi seja um chamado à vocação cristã da Igreja, de “uma comunidade que sabe fazer-se dom”, e à conversão “para que o tempo que estamos vivendo nos permita repensar nossos estilos de vida, orientando-os para uma mudança de perspectiva”, que respeite a harmonia da criação e a verdade do ser humano que Cristo nos revelou”.

Ouça e compartilhe

Estas são as palavras do administrador apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, dom Pierbattista Pizzaballa, durante a missa da Solenidade de Corpus Christi presidida, na quinta-feira (11/06), na Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém.

Nascida em 1247 na Diocese de Liège, na Bélgica, em resposta à tese de Berengario de Tours, que acreditava que a presença de Cristo na Eucaristia fosse apenas simbólica, a solenidade recorda a missa da Ceia do Senhor na Quinta-feira Santa. Por isso, é celebrada na quinta-feira logo após a Solenidade da Santíssima Trindade.

Dom Pizzaballa sublinhou que a Eucaristia “nutre não apenas nossa vida interior e espiritual, mas também os nossos afetos, nossos relacionamentos, tudo o que pertence ao sopro que Deus colocou em nós desde a criação do mundo e que nos torna pessoas capazes de amor, inteligência e doação.

Na Terra Santa, o Corpus Christi começou na quarta-feira com a entrada solene do administrador apostólico e em seguida a celebração das Primeiras Vésperas. A celebração desta quinta-feira concluiu-se com a procissão tradicional repetida três vezes ao redor do Túmulo Vazio, no centro Anastase e na Pedra da Unção, e as três bênçãos solenes com o Santíssimo diante do Sepulcro, do altar de Maria Madalena e da Capela franciscana.

Vatican News - TC/MJ

 

12 junho 2020, 13:13