Busca

Vatican News
Profissionais de vários setores essenciais representados em parede na cidade de Sale, ao norte da capital Rabat Profissionais de vários setores essenciais representados em parede na cidade de Sale, ao norte da capital Rabat  (AFP or licensors)

Covid-19: arcebispo de Rabat convida a fazer leitura cristã dos acontecimentos

O cardeal Cristóbal López Romero pede paciência aos fiéis diante das restrições ainda existentes em função do coronavírus, recorda os que sofrem pela perda da renda, agradece o trabalho das comunidades paroquiais, mas diz que deveria ter havido uma maior colaboração espontânea dos fiéis.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Devido à emergência coronavírus, ainda estão em vigor no Marrocos algumas restrições de deslocamento, por exemplo, entre uma província e outra.

Tampouco é possível ir à igreja para participar das Missas. Razão pela qual, o arcebispo de Rabat, cardeal Cristóbal López Romero, pede paciência aos fiéis, incentivando-os a continuar a viver a oração pessoal e em família, nas comunidades e em pequenos grupos, e a aproveitar as possibilidades oferecidas pela internet. O purpurado também recorda daqueles que enfrentam dificuldades bem mais difíceis, decorrentes da perda da fonte de renda.

 

Na carta que escreve periodicamente a seus fiéis, o cardeal recorda a criatividade e o compromisso de algumas comunidades paroquiais em relação aos últimos e aos indigentes, e sobretudo aos migrantes em situação precária, os serviços da Caritas e as iniciativas da Catedral de Rabat e em Oujda. Foram muitos os voluntários que se mostraram disponíveis, mesmo muitas pessoas que não frequentam a igreja, além de estudantes.

"Mas deveria ter havido a colaboração espontânea de mais cristãos (...) e também a presença de religiosos e religiosas - observa o cardeal López Romero. Em tais situações, não deveríamos esperar que alguém nos chamasse. Devemos ser como o sangue, que vai até a ferida para fechá-la, sem ser chamado".

Para o arcebispo de Rabat, essa experiência deve ser considerada como um ponto de partida para as Caritas paroquiais, fortalecidas e bem organizadas.

Por fim, o arcebispo de Rabat exorta que seja feita uma leitura cristã da pandemia e do confinamento, portanto, convidando para a meditar na Palavra de Deus e a fazer uso dos subsídios apropriados colocados à disposição para este fim.

Vatican News - TC

17 junho 2020, 09:15