Busca

Vatican News
De acordo com dados mais recentes, há 443 casos positivos de coronavírus no Malawi De acordo com dados mais recentes, há 443 casos positivos de coronavírus no Malawi  (AFP or licensors)

No Malawi, Comissão católica de desenvolvimento doa máscaras a hospitais

A Cadecom foi criada em 1984 como Caritas Malawi, assumindo a atual denominação em 1999. Entre seus objetivos, está o de "empreender um desenvolvimento integral e respeitoso do meio ambiente, que seja sustentável e que promova a justiça e a dignidade humana".

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Uma ajuda concreta aos profissionais de saúde, que estão na linha de frente na luta contra a pandemia de coronavírus. A Comissão Católica para o Desenvolvimento do Malawi (Cadecom), em nome da Conferência Episcopal local, doou equipamentos de proteção individual aos hospitais missionários católicos de Mtengowanthenga e Madisi, que expressaram sua gratidão pelo gesto.

Conforme relatado no blog da Amecea (Associação de membros das Conferências Episcopais da África Oriental), a irmã Eva Kangaude, responsável pelo "Hospital Missionário" de Mtengowanthenga, ressalta: "Esta doação faz aumentar a esperança e a confiança de todos os profissionais de saúde que realizam seu trabalho com coragem e que agora poderão fazê-lo melhor ainda, sem medo de serem infectados" pela Covid-19.

Vale lembrar que a doação foi possível graças à Caritas Austrália, que apoiou a Cadecom na compra dos equipamentos no valor de 10 mil dólares.

A recordar, que a Cadecom foi criada em 1984 como Caritas Malawi. Em 1999 assumiu seu nome atual, mas permanece como membro da Caritas Internationalis. Entre seus objetivos, está o de "empreender um desenvolvimento integral e respeitoso do meio ambiente, que seja sustentável e que promova a justiça e a dignidade humana".

Também central seu trabalho na luta contra o vírus HIV e sua cooperação com organizações humanitárias católicas de outros continentes para garantir aos setores mais vulneráveis da população a segurança alimentar, o acesso à água potável e ao saneamento.

De acordo com os dados mais recentes, no Malawi há 443 casos positivos de coronavírus, com 55 recuperados e 4 mortos.

Vatican News - IP

09 junho 2020, 08:28