Busca

Vatican News
Junto a esses "santos da porta ao lado", como o Papa Francisco os definiu, há também aqueles que, infelizmente, querem tirar proveito da pandemia para seu próprio ganho econômico ou político. Junto a esses "santos da porta ao lado", como o Papa Francisco os definiu, há também aqueles que, infelizmente, querem tirar proveito da pandemia para seu próprio ganho econômico ou político.   (AFP or licensors)

Quem usa pandemia para lucro pessoal vai contra o Espírito Santo, diz bispo indonésio

Esses grupos têm todo interesse em que a situação econômica não melhore e que mais pessoas percam seus empregos e se tornem mais pobres. “Eles têm sede de poder e querem manter o bem-estar que alcançaram com a corrupção. São contra o Espírito Santo", afirmou Dom Petrus Canisius Mandag.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A emergência coronavírus mobilizou a generosidade e a solidariedade de muitas pessoas ao redor do mundo, que trabalharam e se dedicaram heroicamente não apenas aos doentes, mas também para atender às necessidades das pessoas em dificuldades.

Junto a esses "santos da porta ao lado", como o Papa Francisco os definiu, há também aqueles que, infelizmente, querem tirar proveito da pandemia para seu próprio ganho econômico ou político. E é contra esses que aponta o dedo o bispo de Amboina, na Província indonésia de Molucas, Dom Petrus Canisius Mandag.

"Eles estão ficando cada vez mais ricos e não querem ver o número de novos casos diminuir, porque se a pandemia desaparecer, sua renda também entrará em colapso", disse o prelado durante a Missa de Pentecostes celebrada na Catedral de Ambon.

Na homilia, o prelado também chamou em causa alguns grupos políticos que procuram tirar proveito da crise econômica e social gerada pelo Coronavírus para obter um novo governo. Esses grupos - ressaltou - têm todo interesse em que a situação econômica não melhore e que mais pessoas percam seus empregos e se tornem mais pobres.

“Eles têm sede de poder e querem manter o bem-estar que alcançaram com a corrupção. São contra o Espírito Santo", acrescentou.

Entrevistado pela agência UCA News, o bispo indonésio explicou ter sentido o dever de falar, porque não é tolerável que alguns tirem proveito do sofrimento de outros.

"Estou triste porque, enquanto o país luta contra o vírus, alguns indivíduos, políticos e grupos, querem que a pandemia continue", disse ele.

Vatican News – LZ

05 junho 2020, 14:04