Busca

Vatican News
O presidente da Comissão dos Bispos estadunidense para o Clero, a Vida consagrada e as Vocações divulgou a mensagem em vista do Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes, celebrado em 19 de junho O presidente da Comissão dos Bispos estadunidense para o Clero, a Vida consagrada e as Vocações divulgou a mensagem em vista do Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes, celebrado em 19 de junho  (ANSA)

EUA: vocação é um dom que traz alegria e força, diz mensagem para o Dia de Oração pelos sacerdotes

"Agradecemos aos sacerdotes que continuam a servir o povo de Deus neste tempo de desafios. Os sacerdotes são a face de Cristo e permitem às pessoas encontrarem Jesus, especialmente por meio da celebração da Eucaristia e do Sacramento da Reconciliação".

Vatican News

Ouça e compartilhe!

A vocação é um dom de Deus e, como tal, dá alegria e força à ação pastoral. Em síntese, é o que escreve o arcebispo James F. Checchio, presidente da Comissão dos Bispos estadunidense para o Clero, a Vida consagrada e as Vocações.

O prelado divulgou a mensagem em vista do Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes, celebrado em 19 de junho, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus.

"Agradecemos aos sacerdotes que continuam a servir o povo de Deus neste tempo de desafios. Os sacerdotes são a face de Cristo e permitem às pessoas encontrar Jesus, especialmente por meio da celebração da Eucaristia e do Sacramento da Reconciliação".

"Neste Dia - continua Dom Checchio - encorajo meus irmãos sacerdotes a contemplar com gratidão o grande dom que Jesus nos deu em nossa vocação". Neste sentido, o apelo aos fiéis para que rezem "por todos os sacerdotes, para que sejam cheios de alegria e força na continuidade de seu importante trabalho pastoral com o povo de Deus".

O prelado estadunidense então, inspirado na homilia do Papa Francisco pronunciada em 9 de abril passado, Quinta-feira Santa, na Missa "in coena Domini", para recordar aos sacerdotes que "para servir aos outros, é preciso antes de tudo deixar-se servir por Cristo, estar dispostos a ser lavados, perdoados e amados por Ele, para sermos, por sua vez, dispensadores do perdão divino e do amor pelos outros".

Assim como o Pontífice, Dom Checchio recorda de "todos os sacerdotes corajosos que morreram no serviço hospitalar, ao lado de pacientes com coronavírus".

Por fim, o pensamento do prelado se dirige "àqueles sacerdotes que estão presos e àqueles que exercem seu ministério nos lugares remotos do mundo".

O Dia Mundial de Oração pela Santificação pelos Sacerdotes foi instituído por São João Paulo II em 1995, com o objetivo de encorajar os sacerdotes a refletir sobre a importância e a dignidade de sua vocação.

Na "Carta aos Sacerdotes", na qual anunciava sua decisão, o então Pontífice escreveu de fato: “Vem a ser muito oportuna a proposta, sugerida pela Congregação para o Clero, de se celebrar, em cada diocese, um «Dia pela Santificação dos Sacerdotes», por ocasião da festa do Sagrado Coração de Jesus ou noutra data mais apropriada às exigências e costumes pastorais do lugar. Faço minha esta proposta, almejando que tal iniciativa ajude os sacerdotes a conformarem-se cada vez mais plenamente com o coração do Bom Pastor.”

Vatican News – IP

15 junho 2020, 07:47