Busca

Vatican News
Diante da escola, a solidariedade às vítimas do ataque Diante da escola, a solidariedade às vítimas do ataque 

O pesar dos bispos por ataque em escola na Eslováquia

A Conferência Episcopal, Igrejas e Associações católicas expressaram seu pesar pelo ataque ocorrido na quinta-feira em uma escola.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Dois mortos e diversos feridos é o triste balanço do ataque ocorrido na quinta-feira, 11, em Vrútky, Eslováquia, quando um jovem de 22 anos armado de uma faca entrou em uma escola primária, passando a agredir crianças e funcionários. A primeira vítima fatal do ataque foi o vice-diretor da escola. O agressor foi morto em seguida pela polícia.

Condolências e proximidade às vítimas e suas famílias foram expressas pela Conferência Episcopal local (KBS) em várias declarações: "Uma tragédia incompreensível - diz Dom Bernard Bober, vice-presidente da KBS e responsável pela Comissão Episcopal de Catequese e Educação. Rezo pela família do vice-diretor assassinado, que morreu para proteger os que lhe foram confiados, testemunhando assim o maior sacrifício e a máxima fidelidade à profissão de professor, mesmo às custas de sua própria vida".

Fazendo votos, depois, de uma rápida recuperação dos feridos, o prelado também dirigiu um pensamento à família do agressor, confiando-o à misericórdia de Deus.

“O que aconteceu em Vrútky nos abalou profundamente. Estou próximo de todas as pessoas que foram atingidas e asseguro a elas minhas orações. Peço à comunidade que apoie as famílias das vítimas", foram as palavras do bispo de Žilina, Dom Tomáš Galis.

Na mesma linha, expressou-se a  Associação Nacional de Escolas Católicas, que em uma declaração diz estar profundamente "abalada e entristecida "pela" tragédia de Vrútky".

O Conselho Ecumênico de Igrejas da Eslováquia também expressa "profunda dor" pelo ocorrido. “Estamos profundamente solidários com todas as pessoas afetadas por essa tragédia – lê-se em uma nota. Unimo-nos às orações dos representantes das várias Igrejas e convidamos todos os crentes a fazer o mesmo. Oramos pelas crianças, pais, professores, funcionários da escola, policiais e por todos aqueles que sobreviveram a momentos de horror e viram imagens traumatizantes".

"Que estes tempos difíceis - conclui a nota – possam ser um desafio para todos nós em favor da humanidade, da solidariedade, da compaixão e do amor".

Por fim, a Igreja Evangélica da Eslováquia, em uma declaração, se diz "incrédula" com o ocorrido, reza pelas vítimas e pela rápida recuperação dos feridos.

Vatican News - IP

12 junho 2020, 16:49