Busca

Vatican News

Irlanda. Dom Martin: em tempo de Covid-19, viver os sete dons do Espírito Santo

Num momento em que nos encontramos em meio a uma avalanche de estatísticas, de previsões econômicas e todos oferecem conselhos, através do dom da “Ciência” o Espírito Santo nos convida a fazer sacrifícios pessoais para tutelar a saúde e salvar vidas humanas; convida-nos a “renunciar a nós mesmos em favor do bem daqueles que são mais vulneráveis e do bem comum”, explica o arcebispo de Armagh e presidente do Episcopado irlandês, dom Eamon Mrtin

Vatican News

Ouça e compartilhe

Sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, ciência, piedade e temor de Deus. São os sete dons do Espírito Santo sobre os quais reflete o arcebispo de Armagh e presidente da Conferência Episcopal Irlandesa, dom Eamon Martin, no Pentecostes deste 2020 – cuja solenidade foi celebrada no domingo (31/05) –, em que muitas pessoas vivem isoladas por causa da difusão da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Através da ‘Sabedoria’ trazida pelo Espírito Santo, Deus nos convida a considerar sabiamente tudo aquilo que está acontecendo e a avaliar as escolhas que fazemos”, bem como a aprender importantes lições de vida desta crise causada pela Covid-19, ressalta o prelado.

Oportunidade para crescer no amor a Deus

Num momento em que nos encontramos em meio a uma avalanche de estatísticas, de previsões econômicas e todos oferecem conselhos, através do dom da “Ciência” o Espírito Santo nos convida a fazer sacrifícios pessoais para tutelar a saúde e salvar vidas humanas; convida-nos a “renunciar a nós mesmos em favor do bem daqueles que são mais vulneráveis e do bem comum”, explica o presidente do Episcopado irlandês.

Refletindo sabiamente sobre tudo isso que está acontecendo, estes dias de isolamento podem ser uma oportunidade para crescer no amor a Deus e adquirir, através do dom do “Entendimento”, maior consciência de nós mesmos e capacidade de avaliar a nossa vida em relação a Deus e aos outros, continua o arcebispo.

A “Coragem” para fazer aquilo que é justo

O Espírito Santo nos oferece também o dom do “juízo Correto”, chamado dom do “Conselho”, que nos ajuda a fazer escolhas na vida. “Quando esta crise for superada – pergunta-se dom Martin –, quais discernimentos teremos feito, voltaremos simplesmente a ser aquilo que sempre fomos, ou teremos compreendido mais claramente o caminho que Deus nos está oferecendo?”

O Espírito Santo nos dá a “Fortaleza”, a “Coragem” para fazer aquilo que é justo. Neste momento, em que a pandemia trouxe grandes sofrimentos no seio das famílias, “Deus sabe quanto temos de força, coragem, consolação e conforto”, ressalta dom Martin.

Voltar-nos a Deus na oração

E neste vale de lágrimas Ele traz também a “Piedade”, para que nos ajude a voltar-nos a Deus na oração, graças também aos novos meios digitais, que oferecem novas possibilidades para poder-nos reunir e rezar juntos e novas oportunidades para cumprir a nossa missão.

Mas sobretudo – conclui o arcebispo de Armagh –, o Espírito Santo nos doa o “Temor de Deus”, dom entendido como capacidade de conseguir estar na presença do Senhor na maravilha e na admiração; ser conscientes da presença de Deus na solidão e no sofrimento e dar graças e louvar o Criador do céu e da Terra.

Vatican News - AP/RL

02 junho 2020, 14:01