Busca

Vatican News
As áreas de intervenção continuam sendo as de saúde e educação As áreas de intervenção continuam sendo as de saúde e educação  (AFP or licensors)

Mais 3 milhões € dos bispos italianos para países pobres

Em abril, os bispos italianos já haviam destinado 6 milhões de euros em ajudas aos países pobres: 5 milhões de euros para intervenções na área da saúde e um milhão de euros para a formação e treinamento. Os recursos são provenientes do fundo “oito por mil”, que os cidadãos italianos destinam à Igreja Católica.

Vatican News

A Presidência da Conferência Episcopal Italiana (CEI) aloca outros 3 milhões de euros provenientes do fundo “oito por mil fundos” para ajudar os países africanos e outros países pobres na emergência do coronavírus.

 

 

Este valor soma-se aos 6 milhões de euros já aprovados para apoiar aqueles que estão atravessando maiores dificuldades na atual situação de crise mundial.

Consciente de que, devido à pandemia, o drama nesses países poderá ter um efeito devastador, a presidência da CEI – lê-se em um comunicado - encarregou o Serviço para as intervenções caritativas em favor dos países do Terceiro Mundo e a Caritas italiana, para elaborarem uma estratégia de ação que permita aumentar o número de projetos, selecionando-os dentre aqueles apresentados por hospitais e instituições católicas que atuam na área e considerados válidos após a primeira manifestação de interesse.

As áreas de intervenção continuam sendo as de saúde e educação. Os projetos financiados devem ser finalizados dentro de três meses a partir do desembolso da contribuição solicitada. (TC)

15 maio 2020, 07:22