Busca

Vatican News

As recomendações da UCAP à imprensa católica diante da crise do Covid-19

A União Africana de Imprensa Católica, exorta os profissionais católicos de comunicação a "agirem com profissionalismo e coragem" em suas reportagens sobre a pandemia, “conservando também a humildade como elemento fundamental do seu trabalho nestes tempos difíceis".

Vatican News

Em tempos de pandemia de coronavírus, a desinformação é realmente a última coisa necessária. É o que adverte a União Africana de Imprensa Católica (Ucap) em uma declaração assinada por seu presidente, George Sunguh, e publicada nestes dias no site da AMECEA (Associação dos membros das Conferências Episcopais da África Oriental).

Ouça e compartilhe!

Em particular, recomenda-se aos jornalistas católicos para que sejam "agentes de esperança e modelos de comportamento em um momento de desespero como o atual. Porque, à medida que o vírus 'Covid-19' se difunde, o mesmo ocorre com a ansiedade provocada por um sentimento de impotência". Disto, a exortação da UCAP aos repórteres para que permaneçam "na linha de frente para informar a população com notícias checadas e detalhadas, quer sobre a evolução da pandemia como sobre os padrões de segurança sanitária".

"Sejam precisos e mantenham-se fiéis aos fatos – lê-se na declaração -, evitem o “ouvi dizer” e procurem não especular, porque já existe uma quantidade enorme de informações equivocadas circulando nas mídias sociais. Sejam, portanto, capazes de identificar e desmascarar essa desinformação”.

Disto o apelo a todos os profissionais católicos de comunicação para "agirem com profissionalismo e coragem" em suas reportagens sobre a pandemia, “conservando também a humildade como elemento fundamental do seu trabalho nestes tempos difíceis".

Reiterando depois que narrar a história contemporânea "não deve, de forma alguma, prejudicar a saúde" dos próprios jornalistas, a Ucap afirma que "estamos todos conscientes e apreciamos o sacrifício que vocês fazem para coletar e compartilhar informações nesses tempos de imensa incerteza. Incentivamos vocês a continuarem nesse caminho, fornecendo informações verdadeiras e verificadas a seus ouvintes e leitores.

"O jornalismo responsável, guiado por ensinamentos cristãos", de fato, ajudará os leitores e os ouvintes a "se manterem informados sobre o impacto da crise do coronavírus nos vários países."

"O mundo também depende de vocês - sublinha a União Africana de Imprensa Católica - porque as informações têm o poder de conter a pandemia por meio da divulgação de notícias confiáveis ​​sobre o vírus.”

Neste meio tempo, se trabalha na preparação do próximo Congresso UCAP, programado para se realizar em Libreville, Gabão, de 2 a 9 de agosto.

18 abril 2020, 23:59