Busca

Vatican News

Covid-19. Primazes católico e anglicano da Irlanda: nunca perder a esperança

Os arcebispos Eamon Martin e John McDowell afirmam na mensagem para a Semana Santa que em nossa situação atual, se viu brilhar a luz de Cristo ressuscitado na devoção e cuidado que os profissionais da saúde e outros agentes mostram na linha de frente buscando ajudar os enfermos, que brilhou a bondade mostrada entre os vizinhos e em atos gentis e simples de compaixão de inúmeros “bons samaritanos”

Cidade do Vaticano

Ouça e compartilhe

“A história da Páscoa pode começar na escuridão, porém termina na luz.” É o que afirmam numa mensagem conjunta o Primaz da Igreja na Irlanda, o arcebispo católico Eamon Martin, e o Primaz anglicano de toda a Irlanda, o arcebispo eleito John McDowell.

Na Mensagem para a Semana Santa, os arcebispos de Armagh comparam o que o mundo está vivendo nestas últimas semanas em decorrência do Covid-19, com a história da Páscoa que começa na escuridão, num “momento de grande medo, tristeza e desespero”, e com os discípulos escondidos atrás das portas fechadas temendo por suas vidas.

Em Cristo ressuscitado, uma luz de esperança na escuridão

“O que antes era familiar – lê-se na mensagem – tornou-se desconhecido e agora estamos, de muitos modos, separados da nossa rotina e forma de vida normais; a família e os amigos estão isolados e separados, com as portas fechadas para manter distante um inimigo invisível; e todos os dias buscamos boas notícias e algum tipo de luz no horizonte.”

Uma luz de esperança na escuridão que, para ambos os Primazes da Irlanda, se encontra em Cristo ressuscitado, nessa pedra retirada da entrada do túmulo, no Senhor ressuscitado que aparece a Maria, nas portas fechadas que atravessa para encontrar seus discípulos e desejar-lhes a paz.

Buscar a paz interior que somente Cristo pode trazer

“A história da Páscoa pode começar na escuridão, porém, termina na luz”, asseguram os prelados ao recordar que os três dias, da Sexta-feira Santa até o Dia da Páscoa, nos convidam a viajar dentro de nós mesmos “para buscar a paz interior que somente Cristo pode trazer”.

Os arcebispos Eamon Martin e John McDowell afirmam na mensagem que em nossa situação atual, se viu brilhar a luz de Cristo ressuscitado na devoção e cuidado que os profissionais da saúde e outros agentes mostram na linha de frente buscando ajudar os enfermos, que brilhou a bondade mostrada entre os vizinhos e em atos gentis e simples de compaixão de inúmeros “bons samaritanos”.

Católicos e anglicanos chamados a manter a esperança

Neste contexto, ambos os Primazes cristãos concluem sua mensagem recordando que a paz e confiança em Cristo nos encorajam e chamam os católicos e anglicanos da Irlanda a manter a esperança:

“Apesar da incerteza, do sofrimento e da dor causados pela pandemia , o Senhor está próximo. Jamais devemos perder a esperança. Seu espírito está conosco como filhos e filhas da ressurreição. Cristo ressuscitou da morte. Aleluia!”

08 abril 2020, 13:51