Busca

Vatican News

Em Lagos, Igreja e Governo unidos na luta contra a pandemia

O arcebispo de Lagos pediu às 180 paróquias da arquidiocese para incrementarem as ajudas aos pobres, especialmente aos que sofrem pela fome. "Cerca de 78 paróquias menores que não podiam se dar ao luxo de fazer estoque sem algum apoio - explicou o padre Godonu - receberam recursos para um total de 10 milhões da moeda local (cerca de 2.300 euros), revelando assim, por meio da providência dos fiéis, o amor de Jesus pelos pobres".

Vatican News

"A tarefa de gestir a pandemia 'Covid-19' e ajudar os mais necessitados é enorme e, portanto, o governo deve ser apoiado", afirmou o arcebispo de Lagos, Nigéria, Dom Alfred Adewale Martins, que em 18 de abril liderou uma delegação episcopal em visita à esposa do governador do Estado, Ibijoke Sanwo-Olu.

Ouça e compartilhe!

Nesta ocasião, o prelado ofereceu a contribuição da Igreja para apoiar o Executivo na luta contra a emergência de saúde. Além de doar 500 sacos de arroz e feijão e 4.000 unidades de desinfetante para as mãos, o prelado anunciou a decisão de colocar à disposição das autoridades o Hospital São Rafael - Divina Misericórdia, para ser usado como centro de isolamento de pacientes infectados pelo coronavírus.

"Foi feito um árduo trabalho para conter a propagação do vírus e fornecer ajuda aos mais vulneráveis", disse o arcebispo, expressando sua gratidão pelos esforços realizados pelo governo. Por sua parte, falando em nome de seu esposo, Sanwo-Olu agradeceu a Igreja Católica pelo gesto e garantiu que todo o material recebido em doação será usado para os fins pretendidos.

 

"Como igreja - acrescentou o padre Anthony Godonu, responsável pelas comunicações sociais da Arquidiocese de Lagos, citado no site da Recowa-Cerao (Conferência Episcopal Regional da África Ocidental) - ouvimos o grito de dor do povo e compreendemos os desafios que o governo tem que enfrentar".

E não só: o arcebispo de Lagos pediu às 180 paróquias da arquidiocese para incrementarem as ajudas aos pobres, especialmente aos que sofrem de fome.

"Cerca de 78 paróquias menores que não podiam se dar ao luxo de fazer estoque sem algum apoio - explicou o padre Godonu - receberam recursos para um total de 10 milhões da moeda local (cerca de 2.300 euros), revelando assim, por meio da providência dos fiéis, o amor de Jesus pelos pobres".

Segundo os dados mais recentes, são 665 casos de contágio na Nigéria, com 22 mortes.

21 abril 2020, 23:43