Busca

Vatican News
Voluntário da Caritas em Catania, Sicília Voluntário da Caritas em Catania, Sicília 

Mais pedidos de ajuda, mas também mais doações à Caritas italiana

"Emergência coronavírus: a concretude da caridade" é a campanha de coleta de fundos lançada pela Caritas italiana em março, com o objetivo de ajudar todos aqueles que estão lutando para conter a pandemia do coronavírus. A iniciativa, apoiada pela Conferência Episcopal Italiana, tem recebido importantes adesões, fundamentais para responder à emergência Covid-19.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Primeiro, a renúncia à compensação pelas horas de trabalho para permitir a distribuição de pacotes de alimentos para aqueles que passam por maiores dificuldade, depois a decisão de duplicar o valor doado pelos trabalhadores.

Este “extra” de solidariedade à Caritas Itália vem de Alfasigma, um dos principais polos da indústria farmacêutica nacional. "É uma doação que adquire um significado particular, porque é fruto de uma plena comunhão de propósitos", explica padre Francesco Soddu, diretor da Caritas Itália.

Da mesma opinião é Pier Vincenzo Colli, administrador delegado de Alfasigma: “Estamos orgulhosos de poder contribuir para o trabalho fundamental da Caritas Italiana. Duplicamos o valor levantado entre nossos colaboradores e funcionários italianos. As outras iniciativas que estamos promovendo, entre as quais contribuições financeiras e doação de materiais, têm o objetivo de apoiar nossos interlocutores do sistema de saúde, enquanto, neste caso, achamos que era necessário tentar dar, ainda que mínima, uma contribuição às dificuldades econômicas e sociais tão difusas no país. Trata-se de uma ação de responsabilidade social para com as comunidades, realizada em colaboração com um prestigiado ator do Terceiro Setor, tão relevante hoje, mesmo que muitas vezes esquecido".

A Caritas relata que, desde o período pré-emergência do coronavírus, houve um aumento médio de mais de 100% no número de pessoas que pela primeira vez recorrem aos Centros de escuta e aos serviços das Caritas diocesanas.

É um dado alarmante revelado por uma primeira pesquisa, que também registra um aumento significativo nos pedidos específicos de ajuda de alimentos, que varia segundo a região, de +20% a +50%, nas várias formas em que os serviços foram reformulados: refeições para levar, entregas à domicílio, empórios, bônus-refeição.

"É fundamental, portanto, o apoio de todos para obter bens de primeira necessidade neste momento difícil, em que somos obrigados a reorganizar as modalidades de prestação de muitos serviços e a implementação de múltiplas atividades, com atenção para não deixar faltar apoio, escuta e acompanhamento às comunidades", observa padre Soddu.

“Ao mesmo tempo, é encorajador o florescimento de iniciativas de solidariedade, que alimentam aquela concretude da caridade desejada pela campanha lançada pela Caritas”.

29 abril 2020, 07:27