Busca

Vatican News
“As luzes de dentro das igrejas, que brilham através das janelas, serão um sinal de esperança", ressaltam os bispos irlandeses “As luzes de dentro das igrejas, que brilham através das janelas, serão um sinal de esperança", ressaltam os bispos irlandeses  (ANSA)

Luzes das igrejas de Cork, mantidas acesas até o Domingo de Páscoa

Por indicação dos bispos, a luz interna das igrejas deverão ser acesas no momento da celebração em que o Círio Pascal é aceso, e assim mantidas até o amanhecer de domingo: "mesmo que as igrejas permaneçam fechadas, Cristo, nossa Luz, ainda está presente e Vivo de várias maneiras, para nos dar a esperança da Ressurreição".

Vatican News

Um pequeno sinal de solidariedade com as pessoas que sofrem da pandemia de Covid-19, mas também o anúncio mais importante para a Igreja: a Ressurreição de Jesus.  Por estes dois motivos, a partir da noite da Vigília de Sábado e até o Domingo da Páscoa, todas as igrejas na cidade irlandesa de Cork estarão repletas de luz, mesmo sem a presença de fiéis. 

Ouça e compartilhe!

A iniciativa foi proposta pelo bispo de Cork e Ross, Dom Fintan Gavin, pelo bispo de Cork, Cloyne e Ross, Dom Paul Colton, e pelo bispo de Cloyne, Dom William Crean, que em uma declaração conjunta escreveram: “As luzes no interior das igrejas, que brilham através das janelas, serão um sinal de esperança também para as poucas pessoas que passam pela rua naquelas horas e, especialmente, para os trabalhadores essenciais que estarão de plantão. Mesmo que as igrejas permaneçam fechadas, Cristo, nossa Luz, ainda está presente e Vivo de várias maneiras para nos dar a esperança da Ressurreição".

De fato, as igrejas Na noite anterior à Solenidade da Páscoa ficam repletas de fiéis para as celebrações da Vigília, que começam com o ambiente escuRo, até que seja acesa a vela branca que representa Cristo. Esse gesto, tradição de todas as Igrejas cristãs, recorda o anúncio de que a Páscoa chegou, que Cristo ressuscitou dos mortos e que sua luz brilha nas trevas e não poderá ser mais apagada.

As luzes internas das igrejas, portanto, conforme desejado pelos bispos, deverão ser acesas, precisamente no momento da celebração em que o Círio Pascal é aceso, e assim mantidas até o amanhecer do Domingo de Páscoa.

11 abril 2020, 13:41