Busca

Vatican News

Bispos espanhóis agradecem trabalho dos jornalistas

O reconhecimento é dos bispos da Comissão Episcopal para as Comunicações Sociais (CECS) espanhola, que em uma mensagem intitulada "Os comunicadores, garantes de esperança diante do Covid-19", agradecem e apoiam o trabalho dos jornalistas durante esta emergência de saúde causada pela pandemia de coronavírus.

Vatican News

"Queremos destacar o papel das empresas de comunicação e o trabalho social que vocês, jornalistas, correspondentes e comunicadores estão realizando durante esta epidemia: diminuindo as distâncias geográficas e sociais, vocês estão abrindo uma janela para a esperança e o futuro, estão tornando conhecidas as iniciativas de solidariedade e estão oferecendo àqueles que estão confinados em seus lares, múltiplas possibilidades de estarem conectados com o mundo e de desenvolver suas qualidades".

O reconhecimento é dos bispos da Comissão Episcopal para as Comunicações Sociais (CECS) espanhola, que em uma mensagem intitulada "Os comunicadores, garantes de esperança diante do Covid-19", agradecem e apoiam o trabalho dos jornalistas durante esta emergência de saúde causada pela pandemia de coronavírus.

"Nestes tempos difíceis, a mídia nos permite saber o que está acontecendo - escrevem os bispos - com todas as suas nuances e complexidades, para contextualizar as informações e responder às nossas perguntas. Eles divulgam as indicações fornecidas pelas autoridades competentes" e  “contribuem para desmentir as fake news e os enganos que podem levar à angústia ou ao desespero ou à desordem.

"Um serviço essencial" para uma sociedade que ama a liberdade e a verdade. "Ao mesmo tempo, a mídia também permite sair da rotina diária limitada, por meio de programas de entretenimento, filmes e música, pela “melhor da humanidade, arte e cultura”. Um trabalho sem o qual - acrescentam os prelados - “esse isolamento seria ainda pior ".

"A gratidão de todos - exorta a Comissão Episcopal - deve ser traduzida em apoio social, para que a mídia possa continuar realizando sua tarefa agora e em um futuro difícil".

Os bispos, neste sentido, pedem aos homens e mulheres da comunicação na Espanha, para não se cansarem desse cenário sombrio, de serem portadores da verdade e da esperança em tudo o que é feito e comunicado, para que as notícias e programas cheguem ao coração da cidadania sofredora, conscientes do fato de que quando "as esperanças das pessoas morrem, as culturas desaparecem".

A mensagem, depois do reconhecimento pelo trabalho daqueles que estão na linha de frente dessa luta contra o coronavírus, conclui enfatizando que essa situação pode ser superada somente se permanecermos todos unidos, somente por meio dos esforços de cada um, "para construir um novo tempo cheio de valores e com um estilo de vida muito mais simples e fraterno".

16 abril 2020, 07:08