Busca

Vatican News
A iniciativa é promovida pela Congregação da Itália dos Monges Basilianos e pela escola de arte "Arte na Abadia" da Diocese de Grottaferrata A iniciativa é promovida pela Congregação da Itália dos Monges Basilianos e pela escola de arte "Arte na Abadia" da Diocese de Grottaferrata  (ANSA)

Abadia de São Nilo promove evento "Luzes e trevas. Caminhos de fé"

O concurso – lê-se em um comunicado - tem duas fases: a seleção de 30 obras a serem exibidas durante a mostra “Luce e Tenebre, Cammini di fede. II edizione”, a ser realizada nas dependências do complexo da abadia de 19 a domingo 27 de setembro de 2020, e a participação no projeto “Residência Artística na Abadia”.

Vatican News

"Não basta gritar contra as trevas, é preciso acender a luz". É essa a famosa frase tirada dos ensinamentos de São Nilo, fundador da Abadia de Grottaferrata, cercanias de Roma, a inspirar o evento cultural internacional "Luz e trevas. Caminhos da fé ", agora em sua segunda edição.

A iniciativa, promovida pela Congregação da Itália dos Monges Basilianos e pela escola de arte "Arte na Abadia" da Diocese de Grottaferrata, Província de Roma, é voltada para artistas de todo o mundo, sem limites de idade e origem. Eles são convidados a debater sobre a relação entre trevas e luz, como elementos únicos e opostos.

O concurso – lê-se em um comunicado - tem duas fases: a seleção de 30 obras a serem exibidas durante a mostra “Luce e Tenebre, Cammini di fede. II edizione”, a ser realizada nas dependências do complexo da abadia de 19 a domingo 27 de setembro de 2020, e a participação no projeto “Residência Artística na Abadia”.

De fato, em 19 de setembro de 2020, serão comunicados os nomes dos quatro artistas  e/ou coletivo vencedores, que tomarão parte no projeto.

Trata-se de uma preciosa oportunidade para colocar lado a lado linguagens, técnicas artísticas, tradições e culturas diferentes, por meio do poder criativo de cada artista e sua formação cultural.

Serão seis as seções do concurso: pintura, fotografia, escultura e instalação, obras audiovisuais, arte digital e poesia.

O júri será composto por historiadores de arte, curadores e artistas que avaliarão as obras levando em consideração cinco parâmetros: coerência à temática do concurso, valor artístico, eficácia comunicativa, qualidade técnica, originalidade e inovação.

Os artistas poderão enviar seu pedido de participação até 1º de julho de 2020.

Maiores informações, você encontra clicando no link: https://is.gd/T5ovnJ

10 abril 2020, 12:47