Busca

Vatican News
"A noite escura acabará, a luz virá e desfrutaremos a vida novamente". "A noite escura acabará, a luz virá e desfrutaremos a vida novamente".   (AFP or licensors)

Judeus e cristãos enviam mensagem de esperança aos uruguaios

Representantes da religião judaica e de várias confissões cristãs concordaram em não realizar celebrações litúrgicas envolvendo aglomerações , ao mesmo tempo em que convidam o povo uruguaio a gestos de um amor "que é compassivo e prestativo", e propõe "viver a gratidão e agradecer ao pessoal da saúde e aqueles que estão trabalhando neste momento difícil."

Vatican News

Sete líderes religiosos do Uruguai lançaram uma mensagem de esperança e misericórdia da Plaza Independencia, em Montevidéu, neste tempo de tribulação que atingiu o mundo com a pandemia de Covid -19.

Evitar aglomerações

 

A mensagem em vídeo foi divulgada após uma reunião entre os religiosos e o secretário da Presidência do governo uruguaio, Álvaro Delgado, em que foram analisadas as medidas adotadas pelas diferentes religiões para cumprir as disposições das autoridades para impedir o contágio pelo coronavírus, além de informadas as ações que se seguirão nos próximos dias, na proximidade das celebrações da Semana Santa Cristã e da Páscoa Judaica.

Representantes da religião judaica e de várias denominações cristãs concordaram em não realizar celebrações litúrgicas envolvendo aglomerações. Por sua parte, os bispos uruguaios já haviam divulgado uma série de comunicados para informar sobre o procedimento para acompanhar as celebrações pela internet e outras mídias.

Unidos de "coração a coração"

 

Uma nota publicada no site da Conferência Episcopal uruguaia resume as palavras dos diferentes líderes na mensagem em vídeo. O arcebispo de Montevidéu, cardeal Daniel Sturla, convida a olhar para além e a estar unidos "de coração a coração", enquanto o Grão rabino da Kehila judaica, Max Godet, insiste para que os uruguaios fiquem em casa e propõe a aproveitar o momento para estar junto da família e seguir as instruções das autoridades.

A noite escura acabará, a luz virá 

 

"Convidamos vocês a gestos desse amor que é compassivo e prestativo", sugere Daniel Genovesi, bispo da Igreja Anglicana do Uruguai, seguido pelo rabino da Nova Congregação Israelita do Uruguai, Daniel Dolinsky, que propõe viver a gratidão e agradecer ao pessoal da saúde e aqueles que estão trabalhando neste momento difícil.  Da mesma forma, assegura que "a noite escura acabará, a luz virá e desfrutaremos a vida novamente". Pedro Lapadjian, pastor da Igreja Evangélica Armênia, concentra suas palavras na oração e no diálogo com Deus, que "perdoará os pecados e curará a terra".

Por fim, Dom Arturo Fajardo, presidente da Conferência Episcopal do Uruguai, conclui desejando a paz, junto com o rabino Dolinsky, que em hebraico faz os votos de "Shalom". (ATD)

28 março 2020, 14:04