Busca

Vatican News
Basílica de São Francisco em Assis Basílica de São Francisco em Assis 

Assis: Missa no túmulo de São Francisco pelo fim da pandemia

“Assis sente sua responsabilidade de testemunhar esperança, consolo e alegria”. Palavras do arcebispo Dom Domenico Sorrentino bispo de Assis na celebração eucarística no Túmulo de São Francisco, confiando ao Padroeiro da Itália este momento tão difícil.

Jean-Baptiste Sourou/Jane Nogara - Assis

No domingo 22 de março, o bispo de Assis dom Domenico Sorrentino presidiu uma celebração eucarística no Túmulo do Santo Padroeiro da Itália, São Francisco de Assis. O bispo pediu ao santo a sua intercessão neste momento difícil e o fim da pandemia em todo o mundo. Na ocasião afirmou: “Assis, marcada pelo seu carisma sente nestes dias toda a tristeza pela Itália, mas também toda a sua responsabilidade de testemunhar esperança, consolo e alegria”.

Homem, saúde, economia

A celebração contou com a participação em streaming de muitos jovens que deveriam participar exatamente nestes dias do evento “A Economia de Francisco”, desejado pelo Papa Francisco em Assis. O arcebispo Sorrentino recodou que “a crise do coronavírus mostrou mais uma vez como tudo está relacionado, e o aspecto da saúde pública é inevitavelmente ligado ao aspecto econômico”. Esta grande prova, explicou, "nos obriga a tomar consciência de que, mesmo com toda a tecnologia e ciência do nosso tempo, é suficiente um vírus para mudar completamente nossas vidas, nosso modo de viver”. Com esta consciência, torna-se mais do que nunca urgente “uma economia que seja cada vez mais marcada por critérios de inclusão e de fraternidade”, reiterou. Dom Sorrentino desejou então que o encontro destes dias, “A Economia de Francisco”, adiado para novembro “possa se realizar com entusiasmo ainda maior iluminado pelos problemas que esta crise mundial está fazendo surgir”.

A súplica ao Santo Padroeiro

No final da celebração eucarística, o bispo de Assis fez uma súplica particular a São Francisco pela Itália e pelo mundo, pela cura dos que são atingidos pelo vírus, pelos que estão cuidando deles, pelos problemas do momento, para que possamos ir ao encontro do futuro unidos e animados pela confiança e esperança.

Na ocasião estavam em comunhão espiritual com o Túmulo de São Francisco a comunidade dos Frades da Custódia da Terra Santa e o arcebispo Pierbattista Pizzaballa, Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém.

 

24 março 2020, 08:56