Busca

Vatican News
Segundo o Unicef, entre as vítimas há também bebês de poucos meses Segundo o Unicef, entre as vítimas há também bebês de poucos meses 

Haiti: incêndio em orfanato mata 15 crianças

No Haiti, os orfanatos abrigam não só crianças sem família, mas também menores cujos pais não têm condições de criar seus filhos. Essas estruturas se multiplicaram depois do terremoto de 2010.

Cidade do Vaticano

Pelo menos 15 crianças morreram e várias ficaram feridas no incêndio que devastou o orfanato de Kenscoff, na periferia de Porto-Príncipe, capital do Haiti. Segundo o Unicef, entre as vítimas há também bebês de poucos meses.

Ouça a reportagem completa
O orfanato abrigava 60 crianças
O orfanato abrigava 60 crianças

As causas do incêndio

A tragédia ocorreu na madrugada entre quinta e sexta-feira e pode ter sido provocada pelas velas que iluminavam a estrutura, já que os geradores de eletricidade estavam danificados. O orfanato, que abriga 60 crianças, é administrado pelo grupo evangélico estadunidense Church of Bible Understanding, que gere também outra estrutura no país, num total de 200 crianças assistidas.

No Haiti, os orfanatos abrigam não só crianças sem família, mas também menores cujos pais não têm condições de criar seus filhos. Essas estruturas se multiplicaram depois do terremoto de 2010 com a crise social e financeira que atingiu o país. Muitos desses locais, porém, não têm as autorizações necessárias para funcionar.

“Estou profundamente devastado com a morte das crianças no orfanato. Exorto as autoridades competentes a esclarecerem as causas desta tragédia”, tuitou o presidente haitiano, Jovenal Moise. 

Local ficou parcialmente destruído
Local ficou parcialmente destruído
16 fevereiro 2020, 09:51