Busca

Vatican News
Hóstias consagradas jogadas no chão na Igreja de São Francisco de Assis em Kengeri, Bangalore. Hóstias consagradas jogadas no chão na Igreja de São Francisco de Assis em Kengeri, Bangalore. 

Igreja profanada na Índia: bispo convoca Adoração reparatória

A profanação das Hóstias Consagradas na Igreja de São Francisco é tratada num primeiro momento como "tentativa de roubo", mas o ato insere-se no contexto do aumento das perseguições religiosas contra cristãos e outras minorias na Índia. Nehemiah Christie, ativista local pelos direitos humanos, afirmou recentemente que “o nível de intolerância que estamos testemunhando neste país hoje é sem precedentes."

Jackson Erpen - Cidade do Vaticano

O arcebispo Peter Machado pediu aos párocos e capelães da Arquidiocese do Estado indiano de Karnataka, para exporem o Santíssimo Sacramento à Adoração pública em todas as igrejas e casas religiosas da região no sábado, 25 de janeiro, por pelo menos 12 horas, em reparação à profanação da Igreja de São Francisco de Assis em Kengeri, ocorrida na noite entre 20 e 21 de janeiro.

Ouça e compartilhe

“Terrivelmente chocado e profundamente arrasado pela dor provocada pela profanação de Jesus Eucarístico naquela igreja”, foi a primeira reação de Dom Peter Machado. Ele foi informado do ocorrido pelo pároco, o capuchinho padre Satish.

Um grupo de fiéis apresentou queixa na delegacia local. Nada foi roubado da igreja, mas o altar profanado e o Tabernáculo destruído. Uma câmera em circuito fechado dentro da igreja ajudou a identificar uma pessoa que entrou pela porta dos fundos.  

"A polícia ainda está investigando o caso e, desde o primeiro relatório, parece tratar-se de uma tentativa de assalto", disse Dom Machado.

Em declarações à UCA News, o arcebispo emérito de Bangalore, Dom Bernard Blasius Moras – que ao saber do ocorrido correu para a igreja acompanhado por alguns sacerdotes -  contou que "o homem abriu o Tabernáculo, removeu o cibório e jogou todas as Hóstias consagradas no chão".

Essa profanação, além de causar grande preocupação nos paroquianos, feriu os sentimentos religiosos de todos os católicos da Arquidiocese.

23 janeiro 2020, 11:26