Busca

Vatican News

Nas pegadas dos Santos, "Ano da Juventude" tem início no Paquistão

Apresentado aos jovens um grande pôster com as imagens de 13 Santos, entre os quais João Paulo II, Francisco de Assis, Teresa do Menino Jesus, Domingos Sávio, Joana D’Arco, São Sebastião e Kateri Tekakwitha. “Durante este ano, aprenderemos mais sobre estes santos, seremos inspirados por sua vidas e seguiremos o exemplo de vida deles”, disse o cardeal Coutts que, acendendo uma vela, declarou aberto o Ano da Juventude na Arquidiocese de Karachi

Cidade do Vaticano

“Precisamos de modelos e de exemplos para as nossas vidas. Durante o Ano da Juventude olhemos para as histórias de vida e para a missão dos santos. Eles são os nossos ‘super-heróis’ e nos ajudarão a tornar-nos mais fortes e a aprofundar a nossa fé.”

Ouça e compartilhe!

Foi o que afirmou o arcebispo de Karachi, no Paquistão, cardeal Joseph Coutts, dirigindo-se aos jovens durante a cerimônia inaugural do Ano da Juventude, proclamado para este 2020 por toda a Igreja paquistanesa.

Treze Santos nos quais os jovens poderão inspirar-se

O purpurado mostrou um grande pôster com as imagens de 13 Santos, entre os quais João Paulo II, Francisco de Assis, Teresa do Menino Jesus, Domingos Sávio, Joana D’Arco, São Sebastião e Kateri Tekakwitha.

Junto a cada imagem, um “código QR” especial ajudará os jovens a escandi-lo, com o próprio celular ou tablet, para ver rapidamente os detalhes sobre a vida destes santos. O pôster passará de paróquia em paróquia da arquidiocese para ajudar os jovens a repercorrer as histórias de vida e a missão destes santos, para fazer deles uma fonte de inspiração.

O Papa pensa nos jovens paquistaneses e reza por eles

“Durante este ano, aprenderemos mais sobre estes santos, seremos inspirados por sua vidas e seguiremos o exemplo de vida deles”, disse o cardeal Coutts que, acendendo uma vela, declarou aberto o Ano da Juventude na Arquidiocese de Karachi. A Comissão para os jovens da arquidiocese será responsável por todas as atividades pastorais e de evangelização a nível local.

Por sua vez, o bispo da Diocese de Hyderabad e responsável pela Comissão para o laicato na Conferência episcopal do país do centro-sul da Ásia, dom Samson Shukardin, declarou: “O Papa Francisco pensa nos jovens paquistaneses e reza por eles, e nós bispos católicos no Paquistão temos consciência dos desafios que os jovens paquistaneses estão enfrentando. A Igreja católica no Paquistão está plenamente comprometida em servir os jovens paquistaneses”.

Os jovens são como uma espinha dorsal da Igreja

Além disso, dom Samson afirmou: “Os jovens são muito importantes para a Igreja, os consideram como uma espinha dorsal da Igreja e queremos que nossos jovens sejam altamente qualificados, com instrução profissional e radicados na fé católica”.

O bispo exortou sacerdotes, irmãs religiosas e catequistas a fazer todo esforço possível a fim de ajudar os jovens. E disse: “Se ouvirmos os jovens, seremos capazes de dar-lhes uma mão e seremos capazes de comunicar o amor de Cristo”.

Convite a discernir a própria vocação

Por fim, o bispo convidou os jovens “a se apresentarem e a assumir suas responsabilidade para servir à Igreja, a frequentar os programas de formação e discernir a própria vocação para a vida consagrada, o sacerdócio ou para a vida matrimonial”, recordando sempre ser “batizados e, por isso, missionários”.

A Igreja católica no Paquistão tinha anunciado o Ano da Juventude com uma celebração em Lahore realizada em 16 de novembro passado na Catedral do Sagrado Coração. Todos os bispos do país anunciaram o evento diante de uma assembleia de mais de mil fiéis, sobretudo jovens, reunidos e em festa, oriundos de todas as dioceses. Estão previstas em cada diocese atividades específicas de pastoral juvenil e de anúncio da fé cristã.

(Fides)

03 janeiro 2020, 13:56