Busca

Vatican News
Panorama de Santiago do Chile Panorama de Santiago do Chile 

América Latina: mudando a educação podemos mudar o mundo

O 26° Congresso Interamericano de Educação Católica realizado em Santiago do Chile contou com a participação de diretores e professores das escolas católicas da América Latina e teve como tema “Liderança, comunicação e marketing”.

Cidade do Vaticano

“Somente mudando a educação podemos mudar o mundo”. Partiram dessa consideração os participantes do 26° Congresso Interamericano de Educação Católica, concluído nesta sexta-feira (10/01), em Santiago do Chile, promovido pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC).

O evento contou com a participação de diretores e professores das escolas católicas da América Latina e teve como tema “Liderança, comunicação e marketing”. Foi também comemorado o 75° aniversário da Confederação Interamericana de Educação Católica criada pelo 1° Congresso de Educação Católica, em 1945.

Objetivos principais da congresso

Três foram os objetivos principais do congresso indicados numa nota oficial: “Refletir sobre as ações e os muitos desafios que o educador deve enfrentar na escola católica atual; promover, nas instituições educacionais católicas, uma cultura de comunicação que alcance todos os componentes da comunidade e permita veicular uma mensagem de esperança e confiança; e obter maior visibilidade e presença social das escolas católicas, por meio de propostas educacionais de marketing que ajudem a melhorar a oferta de serviços”.

Ademais, os organizadores do Congresso estão cientes do dilema em que se encontra a educação do século XXI: “De um lado, procura-se ajudar os diplomados a entrar efetivamente no mundo do trabalho; por outro, visa-se formar cidadãos capazes de responder aos novos desafios impostos pela sociedade atual e pelas novas competências exigidas pela economia global”. É necessário preparar os jovens a “agir de maneira integral para mudar o mundo”, numa dinâmica que aponta para a escola como “mediação preciosa para a evangelização e uma oportunidade válida para transformar a sociedade”.

Do congresso surgiu a urgência de cuidar da comunicação dos centros educacionais católicos como parte integrante de sua “missão evangélica específica”, na sequência do que o Papa Francisco reiterou várias vezes, ou seja, que “a comunicação deve gerar um encontro” que aumente o conhecimento e a valorização das partes interessadas.

Pacto Educacional

Ao mesmo tempo, as escolas católicas são chamadas a “reinventar-se constantemente, sem perder sua essência e sem renunciar ao seu projeto de formação”, mas também sem desconfiar do “marketing educacional”, útil para desenvolver estratégias capazes de atrair estudantes.

O Congresso de Santiago do Chile alinhou-se ao “Pacto Educacional”, evento mundial promovido pelo Papa Francisco para 14 de maio de 2020 que terá como tema “Reconstruir o pacto educacional global”.

“Trata-se de um encontro”, explicou o próprio pontífice”, “a fim de reavivar o compromisso para e com as gerações jovens, renovando a paixão por uma educação mais aberta e inclusiva, capaz de ouvir paciente, de diálogo construtivo e compreensão recíproca. Nunca como agora, é necessário unir esforços numa ampla aliança educacional para formar pessoas maduras, capazes de superar a fragmentação e oposição, e reconstruir o tecido de relações por  uma humanidade mais fraterna”.

14 janeiro 2020, 16:22