Busca

Vatican News
As vítimas precisam de alimentos e bens de primeira necessidade como roupas, cobertores e kit de higiene pessoal As vítimas precisam de alimentos e bens de primeira necessidade como roupas, cobertores e kit de higiene pessoal 

Albânia: bispos da Itália enviam meio milhão de euros para as vítimas do terremoto

Segundo comunicado da Conferência Episcopal Italiana (CEI), o valor destinado para a emergência na Albânia parte dos fundos relativos a um imposto sobre renda, em vigor na Itália, conhecido como “8xmille”, que o Estado distribui em base às escolhas efetuadas nas declarações de renda.

Andressa Collet - Cidade do Vaticano

A presidência da Conferência Episcopal Italiana destinou 500 mil euros às vítimas do terremoto de 26 de novembro que atingiu a Albânia, com epicentro próximo a Durazzo. O montante é proveniente dos fundos relativos a um imposto sobre renda, em vigor na Itália, conhecido como “8xmille”, que o Estado distribui em base às escolhas efetuadas nas declarações de renda.

A verba destinada à emergência na Albânia será efetuada através da Caritas Italiana que irá prestar contas ao Serviço para as Intervenções de Caridade em favor do Terceiro Mundo. A iniciativa irá ajudar de forma direcionada as carências em relação à alimentação e aos bens de primeira necessidade como vestuário, sacos para dormir, cobertores, kit de higiene pessoal e para recém nascidos.

As cidades mais atingidas são Durazzo e Thumane, a 40 Km ao norte de Tirana. A situação permanece crítica também em muitos outros centros, entre eles, Kruje, Lezhe, Lac, Lushnje, Fier e Tirana.

O balanço das vítimas, infelizmente segue sempre sendo atualizado, mas registra dezenas de mortes e desaparecidos e, ao menos, 750 feridos. A organização Save The Children estima que 9 mil crianças precisam de suporte vital, enquanto o terremoto continua assustando: na noite de 28 de novembro, novos tremores foram registrados, de magnitude 4,8, danificando hospitais e centros de saúde de primeira necessidade.

Atualmente faz frio e chove no país e as pessoas precisam urgentemente de barracas, camas e cobertores, além de suporte psicológico, afirmou Anila Meco, diretora do Save The Children local. A Caritas Italiana já está presente nesta fase de auxílio na Albânia e trabalha junto aos operadores locais.

Equipes de socorro de Kosovo e da Sérvia também estão ajudando as regiões atingidas pelo terremoto, superando ao menos momentaneamente, as tensões históricas da área desde o fim dos Anos 80. A ajuda também vem de países como a Arábia Saudita e a Itália, com voluntários da Proteção Civil.

29 novembro 2019, 19:14