Busca

Vatican News

A esperança dos pobres jamais se frustrará

A Arquidiocese de Campo Grande, unida ao Santo Padre, o Papa Francisco, celebrou o Dia Mundial dos Pobres à luz do tema: “A esperança dos pobres jamais se frustrará” (Sl 9,19). A Arquidiocese realizou uma gincana para arrecadar alimentos.

Campo Grande  (MS) - Giovani Gall

Ao final do Jubileu Extraordinário da misericórdia, 2016, o Papa Francisco instituiu o Dia Mundial dos Pobres, a ser celebrado sempre no penúltimo domingo do ano litúrgico. Seu objetivo é recuperar e reavivar na Igreja um elemento requintadamente evangélico, isto é, a predileção de Jesus pelos pobres.

Inspirado pelas atitudes do Cristo, há alguns anos atrás Padre Jair da Conceição Máximo iniciou a gincana com membros do Encontro de Casais com Cristo (ECC) e os jovens do Segue-me a nível paroquial. Neste ano de 2019, a convite do Arcebispo Metropolitano de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, a iniciativa tornou-se arquidiocesana, reunindo assim mais de 600 pessoas divididas em três equipes formadas por oito paróquias.

A gincana arquidiocesana pelo Dia Mundial dos Pobres, em sua primeira edição, realizou-se no último domingo, 17/11. A abertura aconteceu com a Santa Missa presidida pelo Arcebispo. Ao decorrer do dia foram realizadas diversas provas, dinâmicas e, além disso, apresentações musicais e culturais. O clima era de muita alegria, esperança e unidade.

Essa primeira edição teve por finalidade reunir as famílias e incentivá-las a praticar a solidariedade para com o próximo. Uma das atividades mais pontuadas foi a arrecadação de alimentos não perecíveis, materiais de higiene pessoal e de limpeza. As três equipes totalizaram mais de 23 toneladas de donativos.

Segundo Dom Dimas, essa primeira gincana trouxe resultados “muito promissores”. Foi “uma oportunidade para ajudarmos de maneira sistemática e muito concreta diversas obras sociais que precisam dessa ajuda”. Por fim, o arcebispo parabenizou o povo pela generosidade e dedicação.

Padre Jair, idealizador e organizador do evento, manifestou que a gincana possibilitou a todos viverem de “maneira concreta um dia de festa, de música, de dança e alegria, celebrando o Dia Mundial dos Pobres com esse gesto de solidariedade às famílias carentes”. Concluiu agradecendo a Deus o grandioso êxito e a superação da expectativa de arrecadação dos donativos.

20 novembro 2019, 14:14