Busca

Vatican News
Presidência da Conferência Episcopal dos Bispos Católicos dos EUA Presidência da Conferência Episcopal dos Bispos Católicos dos EUA  (AFP or licensors)

Bispos dos EUA: Plenária sobre nova comissão anti-pedofilia e eleição do presidente

A realização de um novo sistema para facilitar a denúncia tanto de abusos sexuais de bispos como de possíveis negligências no tratamento de casos de abuso por parte de sacerdotes em suas dioceses será um dos principais temas da próxima sessão da Conferência Episcopal dos Estados Unidos (UBSCC). Sobre a Igreja nos Estados Unidos a Rádio Vaticano, Vaticano News conversou com o bispo da diocese de Fall River, Massachusetts, o brasileiro dom Edgar Moreira da Cunha.

Lisa Zengarini, Silvonei José - Cidade do Vaticano

Na sua próxima assembleia plenária, prevista para 11-13 de novembro em Baltimore, os bispos dos Estados Unidos continuarão a examinar novas medidas contra os abusos sexuais na Igreja, com particular referência às responsabilidades dos bispos. Medidas que os bispos dos Estados Unidos estavam prontos para votar na sessão do outono de 2018, depois da nova crise de pedofilia que eclodiu no ano passado na Igreja dos Estados Unidos, mas cuja votação foi adiada a pedido da Santa Sé enquanto se aguardava o resultado do Encontro sobre a proteção dos menores convocada em fevereiro no Vaticano pelo Papa Francisco precisamente com o objetivo de desenvolver estratégias globais para a Igreja universal contra esta chaga.

Uma nova comissão independente para casos de pedofilia envolvendo bispos

À luz das indicações contidas no Motu proprio "Vos estis lux mundi", publicado em maio, a assembleia de Baltimore prosseguirá assim a discussão iniciada em junho passado sobre o projeto de constituição de uma comissão independente composta por leigos, destinada a facilitar a identificação das responsabilidades dos bispos em abusos, sejam essas diretas ou indiretas (isto é, para cobrir casos de que tenham tido conhecimento). O novo sistema de denúncias não substituiria, mas se acrescentaria aos já existentes em cada uma das dioceses dos EUA.

A eleição do novo presidente da Usccb

A agenda da assembleia de Baltimore inclui também a eleição dos novos responsáveis das várias comissões episcopais e dos membros da presidência da Usccb, entre os quais o presidente; o cardeal Daniel Di Nardo, arcebispo de Galveston-Houston, chegou ao fim do seu mandato de três anos.

Outros pontos na ordem do dia

Entre outros pontos da agenda durante os trabalhos: a votação do plano pastoral estratégico da Conferência Episcopal para o quinquênio 2021-2024; a aprovação do texto de uma carta e de cinco videos que acompanham a declaração “Forming Consciences for Faithfull Citizenship”, documento preparado a cada quatro anos pelos bispos para formar as consciências dos fiéis em vista das eleições presidenciais; a aprovação do sexto programa de formação sacerdotal para as dioceses dos Estados Unidos e a votação de duas novas traduções para o inglês dos livros litúrgicos de rito romano em uso nos Estados Unidos, preparados pela Comissão Internacional para o Inglês na Liturgia (Icel). Enfim, à atenção da assembleia, a atualização da pastoral hispânica, à luz das indicações que emergiram do V "Encontro" dos católicos hispânicos, realizado no Texas em setembro de 2018, quinta etapa de um caminho iniciado nos anos 70, para compreender como a Igreja estadunidense responde à presença crescente dos hispânicos no país e como reforçar a sua participação na missão.

Tem início em novembro da visita ad limina dos bispos dos EUA

Em concomitância com a assembleia de Baltimore, nos próximos dias tem início a visita ad limina de um primeiro grupo de bispos dos Estados Unidos. Entre novembro e fevereiro chegará um total de 15 grupos correspondentes às 14 Regiões eclesiásticas de rito latino da Igreja dos Estados Unidos, mais a que compreende as circunscrições eclesiásticas do rito oriental.

Sobre a Igreja nos Estados Unidos a Rádio Vaticano, Vaticano News conversou com o bispo da diocese de Fall River, Massachusetts, o brasileiro dom Edgar Moreira da Cunha, natural da Bahia:

Ouça a entrevista

 

 

05 novembro 2019, 16:03