Cerca

Vatican News

A mensagem de Irmã Dulce para o mundo e herança de sua obra social

Dom Tommaso Cascianelli, que foi orientador espiritual de Irmã Dulce e acompanhou a religiosa nos últimos anos de sua vida, atém-se à mensagem da futura Santa para o mundo e a herança de sua obra social. Diz-nos, entre outros, que a mensagem de Irmã Dulce é que somos todos filhos do mesmo Pai

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Amigo ouvinte, na edição de hoje deste espaço de formação e aprofundamento continuamos com a participação do bispo da Diocese de Irecê – BA, Dom Tommaso Cascianelli, que foi o orientador espiritual de Irmã Dulce – o “Anjo bom da Bahia” – e também seu conselheiro particularmente no âmbito das atividades caritativas e obras sociais mantidas pela religiosa que será declarada Santa na celebração de canonizações que o Papa Francisco presidirá no próximo dia 13 de outubro no Vaticano.

Irmã Dulce enxergava nos pobres o rosto sofredor de Jesus

Na edição passada nosso convidado falou-nos sobre a espiritualidade de Irmã Dulce, destacando seu grande amor à Eucaristia e a Nossa Senhora, dedicação aos enfermos e aos pobres em geral, os indigentes jogados nas marquises, nos quais enxergava o rosto sofredor de Jesus.

Nesta edição Dom Tommaso atém-se à mensagem de Irmã Dulce para o mundo e a herança de sua obra social. Diz-nos, entre outros, que a mensagem de Irmã Dulce é que somos todos filhos do mesmo Pai. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).

11 outubro 2019, 20:14